Promotores de Santo André ouvem amanhã testemunhas do caso Celso Daniel - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

07/06/2006


Promotores de Santo André ouvem

Os promotores de Santo André, Roberto Wider e Amaro José Thomé Filho, tomam nesta quinta-feira o depoimento de cinco testemunhas do caso Celso Daniel, prefeito assassinado de Santo André (SP).

As testemunhas –o senador Romeu Tuma (PFL-SP); o perito Valdir Florenzo, do IC (Instituto de Criminalística); e três vizinhos da região de “Três Tombos”, local do seqüestro do prefeito– serão ouvidas no fórum da Barra Funda, em São Paulo, a partir das 13h.

Celso Daniel (PT) foi seqüestrado no dia 18 de janeiro de 2002, quando voltava de um jantar em São Paulo. Ele estava acompanhado do empresário Sérgio Gomes da Silva, o Sombra.

Dois dias depois, o corpo do prefeito foi encontrado em uma estrada em Juquitiba (a 78 km de São Paulo). Ele foi atingido por sete tiros.

Sombra, que era amigo pessoal de Celso Daniel, foi apontado como o mandante do assassinato.

Para o Ministério Público, a morte do ex-prefeito está associada a um esquema de corrupção montado na Prefeitura de Santo André para financiar campanhas eleitorais do PT.

Notícias relacionadas