Projeto Seis e Meia inicia temporada 2006 nesta quarta; Léo Jaime e Vôti são as - WSCOM

menu

Entretenimento

21/03/2006


Projeto Seis e Meia inicia

A temporada 2006 do projeto Seis e Meia será retomada nesta quarta, 22, com a banda paraibana Vôti e o cantor Léo Jaime como atração nacional. O evento acontece na praça de eventos do MAG Shopping. Os ingressos podem ser adquiridos aos preços de R$ 14 (inteira) e R$ 7 (estudantes).

A expectativa dos organizadores é que esta primeira apresentação atraiam um público de cerca de mil pessoas. O projeto é realizado na Capital, com o apoio da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).

O carioca Léo Jaime iniciou a carreira em 1981, cantando no irreverente conjunto carioca de rock ‘João Penca & Seus Miquinhos Amestrados’. Ainda com o conjunto, participou do LP ‘Cantando no banheiro’, de Eduardo Dusek, que teve como maior sucesso sua composição ‘Rock da cachorra’.

Em 1983, Léo Jaime deixou o grupo para seguir carreira solo e, no ano seguinte, assinou com a CBS e lançou seu primeiro LP ‘Phodas C’, cujo produtor foi o português Johnny Galvão. Duas faixas do disco foram censuradas: ‘Ora bolas’ e ‘Sônia’, esta última versão de Léo para ‘Sunny’, sucesso de Chris Montez, que estourou nas paradas, mesmo apesar da censura.

No ano de 1985, gravou o LP ‘Sessão da tarde’, do qual se destacou o sucesso ‘A fórmula do amor’. Outro destaque foi a faixa ‘Solange’, versão para ‘So lonely’, do grupo pop inglês The Police. A canção era dedicada à censora Solange Hernandez, que havia cortado canções de seu disco anterior. Ainda no mesmo ano, trabalhou nos filmes ‘Rock estrela’, de Leal Rodrigues, e ‘Sete Vampiras’, de Ivan Cardoso, atuando em ambos como ator e participando das trilhas sonoras. No ano seguinte, lançou, também pela CBS, o disco ‘Vida difícil’.

Em 1995, pela gravadora Warner, lançou o disco ‘Todo amor’, do qual se destacou a faixa ‘Preciso dizer que te amo’. A carreira de crítico e ator também seguiu paralela a de cantor. Em 2001, como ator, Jaime fez parte do elenco do musical ‘Victor ou Victória’, ao lado de Marília Pera.

No ano passado, lançou o CD ‘Rock estrela’, no qual incluiu ‘Rock estrela’, ‘Gatinha manhosa’ (Roberto e Erasmo), ‘Preciso dizer que te amo’ (Dá, Bebel Gilberto e Cazuza), ‘Marcianita’ (tema de novela), a versão ‘Sônia’ e ‘A lua e eu’ (Cassiano e Paulo Zdan). Neste mesmo ano, participou do DVD de Chico Buarque, no qual cantaram em dueto a música ‘Morena dos olhos d’água’, de Chico Buarque. Neste mesmo ano, ao lado de Ritche, Paulo Ricardo, Kid Vinil e Leoni, apresentou o show ‘Geração 80’, no Claro Hall, no Rio de Janeiro. O show também passou por Fortaleza, Rio Branco e São Paulo, onde lotou o DirecTV Hall.

Uma de suas composições mais conhecidas é ‘Conquistador barato’, tema da novela “Bambolê”, da Rede Globo. Fã dos Beatles e dos Rolling Stones, antes de se lançar na carreira artística fez de tudo um pouco: foi engraxate, office-boy, iluminador, vendedor de jóias, entre outras atividades.

Vôti! – A Banda Vôti!, que abre o show desta quarta-feira, é formada por ex-integrantes do ‘Pau de dá em doido’, que após dois anos de pausa, retomaram as atividades no início de 2004. A Banda conta hoje com Badauê (vocais), Luciano (Alfaia e Zabumba), Laylson (Guitarra), Kleber (Bateria), Bal (Baixo) e Beto (Percussão). Eles misturam ritmos da região, como maracatu, frevo, coco, forró e quadrilhas com rock, sua maior influência.

A banda já se apresentou em casas noturnas e eventos da Capital, a exemplo do Estação Nordeste. O objetivo do grupo é divulgar a arte paraibana e mostrar que o Estado produz música autoral de qualidade.

Notícias relacionadas