Projeto de ONG vai beneficiar crianças e adolescentes paraibanas vítimas da Aids - WSCOM

menu

Paraíba

31/08/2005


Projeto de ONG vai beneficiar

O Ministério da Saúde aprovou o financiamento do projeto Casa de Apoio para crianças e adolescentes vivendo e convivendo com HIV/Aids da ONG RNP+ de Campina Grande. O objetivo do projeto é minimizar o impacto da epidemia da Aids em crianças expostas ao vírus do HIV ou com diagnóstico confirmado.

A RNP+/CG já dispõe de uma casa de apoio para portadores de HIV/Aids, que funciona desde 2003, oferecendo pernoite e alimentação para soropositivos de cerca de 50 cidades paraibanas, além de atendimento psicossocial, nutricional e jurídico. A Casa Célia Brechó vai ser adaptada para atender, também, as atividades junto às crianças e adolescentes.

A Casa de Apoio vai contar com uma equipe formada por assistente social, psicólogo, auxiliar de enfermagem, recreador, animador cultural, nutricionista e advogado. Estes profissionais vão garantir a sobrevivência das crianças e adolescentes vivendo e convivendo com HIV/Aids, através de uma assistência global, contribuir para a construção da cidadania destes e desenvolver atividades recreativas e educativas na sede do projeto.

Mais de 70 crianças e adolescentes devem ser beneficiados pelo projeto. Destes, 22 têm diagnóstico confirmado e já são acompanhados pela entidade. Em caso de orfandade da criança ou do adolescente soropositivos ou filhos de portadores de HIV/Aids, a Casa servirá de abrigo por tempo determinado até que seja providenciado um lar adequado.

O Hospital Universitário Alcides Carneiro, centro de referência no tratamento do HIV na região, vai contar com uma sala, onde os atendidos pelo projeto também terão acompanhamento de psicólogo e assistente social.

Notícias relacionadas