Professores do Estado anunciam nova paralisação; greve já começou no CEFET-PB - WSCOM

menu

Paraíba

29/08/2005


Professores do Estado anunciam nova

Os professores da rede estadual de ensino realizarão nova paralisação dias 29 e 30 de setembro e vão deflagrar greve por tempo indeterminado a partir do dia 17 de outubro – na reta final do ano letivo – caso o Governo do Estado não conceda reajuste de 20%.

O aumento está sendo solicitado para todos os servidores da Educação – incluindo pessoal dos quadros de apoio e de assistente administrativo.

A informação foi divulgada agora a tarde pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação – Sintep, que deliberou sobre os próximos passos da categoria em reunião realizada na última sexta-feira em Campina Grande.

Além de aumento, os professores querem eleição direta em todas as escolas e concurso público em todos os níveis.

Numa reunião realizada na última quinta-feira no Palácio da Redenção, os professores receberam sinal verde do governador Cássio Cunha Lima sobre o concurso e a eleição direta para escolha dos diretores. Mas não sobre o aumento.

O governador teria dito aos professores que os cofres do Estado estão encolhendo depois da redução do Fundo de Participação do Estado.

‘Vamos ver o que ele vai apresentar até o dia do professor, que é 15 de outubro’, declarou hoje o assessor do Sintep, Edvaldo Faustino. ‘Se depois dessa data não sair o aumento, vamos entrar em greve’.

De acordo com o Sintep, os vencimentos dos professores da rede estadual variam entre R$ 300 a R$ 600 – dependendo do tempo de serviço e da carga horária. Os funcionários de apoio percebem R$ 312 e os assistentes administrativos R$ 400.

Greve já começou na CEFET – O servidores do CEFET-PB iniciaram nesta segunda-feira (29) uma greve por tempo indeterminado, aprovada em assembléia ocorrida da categoria na última quinta-feira (dia 25), seguindo deliberação do SINASEFE, sindicato nacional.

Logo pela manhã o Comando local esteve reunido, discutindo sobre os setores considerados essencias, que deve funcionar em regime especial. Isto será tratado em uma reunião com o Diretor Geral do CEFET na terça-feira (dia 30) em horário a ser agendado.

Com relação aos portões do CEFET, a posição do comando é de mantê-los fechado e que os carros daqueles que desejarem ter acesso à escola fiquem do lado de fora.

Também tirou-se uma comissão do comando que irá participar de assembléias do SINTEF-PB na próxima quarta-feira (31), na UNED de Cajazeiras (manhã) e na Escola Agrotécnica de Sousa (tarde). A comissão é constituída por Cristina Madeira, Josemar, Pinheiro, Tota e Zoraida.

Já foram encaminhadas confecção de faixas a serem fixadas na escola e demais outras formas de divulgação serão abordadas na próxima reunião do comando.

Também será definida uma programação especial para este período de GREVE que o comando tratará nesta terça-feira, às 8 horas, quando nova reunião irá acontecer.

Notícias relacionadas