Procon prepara pesquisa do pão nesta terça; equipe verifica preço nas principais - WSCOM

menu

Economia & Negócios

13/06/2006


Procon prepara pesquisa do pão

Uma equipe do Procon de João Pessoa estará visitando as panificadoras da Capital nesta terça-feira, 13, para preparar pesquisa a ser divulgada no mesmo dia. “Caso seja constatado abuso no preço do quilo do pão faremos fiscalização ainda esta semana”, disse o coordenador de pesquisa, Helton Renê, lembrando que a proibição do bromato de potássio na receita do pão, em 2001, tem sido motivo de fraude no peso do produto.

Segundo ele, como o preço de mercado é liberado, a intenção da ida às padarias é apenas para fazer uma amostragem de preço que permita a compra do produto por um preço mais acessível.

“O importante é que o consumidor seja informado dos melhores preços, se o estabelecimento tem balança e se o pão pesa realmente 50 ou 100 gramas”, detalha.

O coordenador de pesquisa do Procon-jp disse que, desde que o bromato de potássio (produto químico utilizado para o crescimento da massa do pão que o barateava) foi proibido pela legislação brasileira, o problema consiste realmente no fator do peso.

“Uma padaria, no Valentina Figueiredo estava fabricando pão de 30g e vendendo ao preço de 50 gramas”, reitera.