Procon mantém fiscalização nos bancos e diz que agências agem rápido para evitar - WSCOM

menu

Economia & Negócios

28/06/2006


Procon mantém fiscalização nos bancos

A fiscalização em torno do cumprimento da Lei Municipal que disciplina o tempo máximo de espera nas filas dos estabelecimentos bancários continua. O secretário executivo do Procon, Odon Bezerra, disse que – para driblar a fiscalização e evitar flagrantes que geram multas – as agências fazem remanejamento de emergência sempre que é surpreendida pela chagada dos fiscais.

“Quando eles vêem a equipe de fiscalização chegando, logo se mobilizam e colocam caixas extras, por isso estamos tentando chegar da forma mais discreta possível”, diz Bezerra.

Até agora apenas uma agência do Banco do Brasil e outra da caixa econômica foram autuadas.

A fiscalização começou após uma enxurrada de denúncias chegadas ao Procon. A Lei municipal que regula o tempo nas filas de banco, disciplina a permanência de clientes nas agências bancárias por até 20 minutos em dias normais, 30 min durante período de pagamento do funcionalismo público e 35 em dias anterior e posterior a feriados.

A multa varia de acordo com o tempo de permanecia na fila.