Procon-JP realisa pesquisa em postos da Capital; órgão desconfia de formação de - WSCOM

menu

Economia & Negócios

17/08/2005


Procon-JP realisa pesquisa em postos

A Procuradoria do Consumidor em João Pessoa realiza hoje uma pesquisa nos postos de combustíveis da Capital. A maioria reajustou o preço nesta terça-feira 16, fazendo o litro subir para R$ 2,39. O Procon desconfia que pode está em curso uma cartelização.

A pesquisa vai atingir os 115 postos instalados na região metropolitana da Grande João Pessoa. ‘Ninguém vai ficar de fora’, prometeu o superintendente do Procon-JP, Sandro Targino.

‘Também vamos acionar a Agência Nacional de Petróleo para identificar se o aumento foi abusivo’, antecipou. O Procon quer que a ANP apresente um detalhamento na planilha de custos de fornecedores e varejistas para a partir daí avaliar se como os revendedores locais estão refletindo nas bombas o percentual adequado.

Aumento de verdade – O presidente do Sindicaro do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo da Paraíba, Evaristo Cavalcanti, antecipou que a subida de preço nos postos da Capital não é um reajuste. Trata-se, segundo ele, de um retorno ao preço real depois que os empresários do setor resolveram acabar com a guerra de concorrência. Ele não descarta, porém, a possibilidade de um reajuste ‘de verdade’ nos próximos dias.

Como estava:
A maioria dos postos cobravam R$ 1,99 pelo litro da gasolina

Como fica:
A partir desta terça-feira, o preço do litro subiu para R$ 2,39
O aumento médio foi de 20%

Notícias relacionadas