Procon distribui multas contra distribuidoras e recompõe força-tarefa para tenta - WSCOM

menu

Economia & Negócios

27/10/2005


Procon distribui multas contra distribui

O Procon Estadual autuou nesta quinta-feira três distribuidoras de combustível por se anteciparem ao aumento concedido pelo Governo Federal, no mês de setembro. A Petrobrás foi multada em R$ 800 mil, a Ipiranga em R$600 mil e a Shell em R$ 400 mil. Além disso, outras três distribuidoras foram notificadas para a verificação de documentos que esclareçam o aumento antecipado.

De acordo com o coordenador executivo do Procon Estadual, Odon Bezerra, as multas são referentes à alteração de preço injustificada ocorrida dias antes que o governo Federal tivesse definido a data do aumento.

A elevação de preços sem justificativa também está reunindo a partir das 14h, na Curadoria do Consumidor, a força-tarefa composta pelos Procons Municipal e Estadual e a própria Curadoria para darem início à fiscalização que irá coibir o aumento do preço da gasolina em todos os postos do Estado.

O litro do combustível que vinha sendo comercializado em média por R$ 2,18 está sendo praticado, desde a última terça-feira, entre R$2,55 e R$2,59, uma valorização em torno de 20%, que dá uma diferença de até R$ 0,41 por litro.