PRF descobre em Mamanguape galpão usado como esconderijo de cargas roubadas - WSCOM

menu

Policial

19/08/2005


PRF descobre em Mamanguape galpão

Policiais Rodoviários Federais descobriram nesta sexta-feira um galpão no município de Mamanguape, dentro do qual estavam sendo escondidas cargas roubadas. Entre o material apreendido, havia uma carga de sabão em pó avaliada em mais de R$ 55 mil, roubada na última terça em Santa Rita.

Em apenas uma semana, três caminhões foram assaltados e tiveram suas cargas roubadas, na região de Mamanguape, próximo à divisa com o Estado do Rio Grande do Norte e a polícia suspeita que os produtos roubados estavam sendo levados para o depósito.

A polícia chegou até o galpão depois que investigou o assalto da última terça-feira ao motorista do caminhão Tarcísio Fernandes dos Santos, 42 anos, que transportava a carga de sabão em pó (aproximadamente 25 toneladas) de Recife-PE para Fortaleza-CE. “Cinco homens armados com pistolas e vestidos de preto como policiais civis me mandaram parar e anunciaram o assalto. Me deixaram no mato e sumiram com a carga. Passei 25 horas no mato, com minha esposa, em poder dos assaltantes. Eram profissionais e disseram que não iriam me matar, que queriam somente a carga”, revelou o motorista.

Segundo o inspetor da PRF, Douglas Batista Uchôa, que coordenou a operação, ninguém foi preso no local. Ele disse que o galpão foi construído e reformado para funcionar como esconderijo de cargas roubadas. No sítio, a PRF encontrou ainda outro depósito menor, vizinho a um estábulo e uma casa, usada pelos assaltantes, com colchões e comida. “Acreditamos que outras cargas roubadas também estavam sendo trazidas para este galpão. O caso passará para a Polícia Civil para que seja investigado”, informou. Ele disse que o galpão onde estava o sabão mede aproximadamente 15 metros de comprimento por sete de largura e não existem janelas.

Os 17 policiais que participaram da operação acreditam que os assaltantes fugiram logo que perceberam que a polícia estava chegando.

Notícias relacionadas