Presidiário que estava na condicional é executado em frente de casa - WSCOM

menu

Policial

26/06/2006


Presidiário que estava na condicional

A polícia ainda não identificou os quatro homens que assassinaram nesta segunda-feira o ex-presidiário Francisco de Assis da Silva Santos, de 21 anos, morto na frente de sua casa.

Maria Luciana da Silva, mulher da vítima, disse que por volta das 2 horas da madrugada quatro homens, encapuzados se dizendo serem da polícia e procurando por Francisco invadiram a casa e o arrastaram para fora.

Em frente a sua casa, localizada no Condomínio Boa Esperança, no Bairro do Padre Zé, Francisco de Assis foi executado com dois tiros, sendo um na cabeça e outro no peito esquerdo.

A delegada Apolônia Sonaly, da 3ª Distrital, esteve no local somente por volta das 7 horas. O estranho, segundo a delegada, é que o crime aconteceu por volta das 2 horas e somente cinco horas depois foi comunicado a polícia.

Francisco de Assis estava em liberdade condicional e trabalhava no Centro Administrativo estadual. O corpo foi removido para o Departamento de Medicina legal.

Notícias relacionadas