Presidente reafirma que Brasil manterá tropas enquanto o governo haitiano consid - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

13/03/2006


Presidente reafirma que Brasil manterá

Brasília – O Brasil manterá os soldados da missão de paz das Nações Unidas no Haiti até o governo haitiano considerar necessário, disse hoje o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Nós estamos subordinados à orientação da ONU (Organização das Nações Unidas), estamos subordinados à vontade soberana do povo do Haiti, do governo do Haiti. Quando eles disserem “não queremos mais”, nós, com a consciência tranqüila, retornaremos ao Brasil com a consciência do dever cumprido”, disse hoje (13) no programa semanal de rádio Café com o Presidente.

Lula relatou o encontro que teve com o presidente eleito do Haiti, René Preval, que esteve no Brasil na semana passada e acompanhou Lula na posse da nova presidente do Chile, Michelle Bachelet. De acordo com o presidente, Preval afirmou que a permanência das tropas de paz em seu país é essencial para garantir a segurança. “Ele me disse, textualmente, que as tropas que estão lá, representando as Nações Unidas, só deveriam sair de lá quando ele conseguir montar a estrutura policial do país porque não pode ficar um vazio”.

Em fevereiro deste ano, o Conselho de Segurança das Nações Unidas prorrogou, por seis meses, a continuidade das tropas de paz no Haiti, o que coincide com o início do governo de Preval.

Notícias relacionadas