Presidente do PT-DF confirma saque de R$ 381 mil das contas de Valério - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

05/08/2005


Presidente do PT-DF confirma saque

O presidente do PT no Distrito Federal, Wilmar Lacerda, confirmou nesta sexta-feira, em depoimento à Polícia Federal, que recebeu R$ 381 mil em repasses da empresa SMPB. Lacerda disse à PF que o recurso foi usado para sanar dívidas do diretório, que chegavam a quase R$ 1 milhão.

Lacerda está na lista de sacadores do Banco Rural apresentada pela gerente financeira da SMPB, Simone Vasconcelos, durante depoimento à PF nesta semana. A lista inicial apontava saques de R$ 235 mil, mas ele confirmou um valor superior.

Segundo ele, o diretório estava com dívidas desde a campanha de 1998 e ele pediu socorro ao PT nacional. Em seu depoimento, ele disse que, por orientação do ex-tesoureiro Delúbio Soares, buscou recursos no Banco Rural pessoalmente no valor de R$ 50 mil. O presidente regional informou também que enviou duas pessoas para Belo Horizonte para receberam um total de R$ 135 mil na sede da SMPB.

O PT-DF também recebeu uma transferência de recursos do PT nacional de R$ 196 mil, segundo ele. “Este dinheiro foi para pagar dívidas. Tenho todos os comprovantes e vou apresentá-los, tudo foi feito por orientação do senhor Delúbio Soares”, disse

Duda Mendonça

O delegado Luiz Flávio Zampronha informou que na próxima semana a Polícia Federal deve intimar o publicitário Duda Mendonça e sua sócia, Zilmar Fernandes da Silveira.

A mulher do deputado João Paulo Cunha, Márcia Milanésio Cunha, que recebeu R$ 50 mil da SMPB, segundo investigações da CPI dos Correios, também deverá prestar depoimento.

O depoimento deles estava previsto para esta tarde, mas foi adiado.

A PF ouve ainda hoje em Brasília o vice-presidente do PT-DF Raimundo Ferreira Júnior e Charles Santos Dias, ligado ao ex-líder do PT na Câmara Paulo Rocha (PT-PA).

Notícias relacionadas