Presidente da CUT-PB diz que 1º de maio será o mais triste da história - WSCOM

menu

Paraíba

28/04/2017


Reformas: CUT vê tristeza no 1º maio

PROTESTOS

Foto: autor desconhecido.

O presidente da Central Única dos Trabalhadores na Paraíba (CUT-PB), Paulo Marcelo, disse, nesta sexta-feira (28), durante a Greve Geral, que o próximo 1º de Maio, Dia do Trabalhador, será o mais triste da história do Brasil, devido a aprovação de mudanças na CLT pelo governo de Michel Temer (PMDB). 

"Depois de muitas lutas, será o primeiro de mai mais triste da história desse país. O discurso desse governo é falso e mentiroso, visa apenas retirar direitos dos trabalhadores", disse. 

Neste momento, os manifestantes se concentram no Ponto Cem Réis, no Centro do João Pessoa, em protesto contra a reforma da Previdência e as mudanças na legislação trabalhista defendidas pelo governo Temer. 

Notícias relacionadas