Premiê quer apoio internacional para fronteiras de Israel - WSCOM

menu

Internacional

27/03/2006


Premiê quer apoio internacional para

O primeiro-ministro em exercício de Israel, Ehud Olmert, disse neste domingo que vai buscar apoio dos Estados Unidos e da comunidade internacional para seus planos de criar fronteiras permanentes com os territórios palestinos.

Falando dois dias antes das eleições, ele disse que os israelenses precisam primeiro chegar a um consenso sobre onde a fronteira deveria ser colocada.

“Nós deveríamos decidir nossas fronteiras para nos separarmos dos palestinos”, disse Olmert em uma entrevista para uma rádio israelense.

“Eu tenho razões para acreditar que há uma grande abertura nos Estados Unidos e outros países para ouvirem nossos argumentos e os debaterem com seriedade.”

A campanha de Olmert vem sendo centrada nos planos para estabelecer fronteiras permanentes.

No início do mês, ele disse que irá estabelecer unilateralmente fronteiras permanentes para Israel em quatro anos, caso seu partido, o Kadima, vença as eleições.

Muro – No passado, Olmert sugeriu transformar o polêmico muro construído na Cisjordânia na fronteira do país.

Mas, de acordo com a correspondente da BBC em Jerusalém, Carolina Hawley, Israel dificilmente teria apoio internacional para essa idéia.

O governo israelense diz que o muro é necessário para evitar que homens-bomba entrem no país. Já os palestinos dizem que se trata de uma forma de roubar sua terra, já que parte da barreira está sendo construída em território ocupado.

A Organização das Nações Unidas (ONU) expressou preocupação com o impacto do muro para a população palestina.

O líder palestino Mahmoud Abbas disse que o estabelecimento unilateral de fronteiras por Israel não trará a paz e que a questão precisa ser decidida através de negociações.

Notícias relacionadas