Prefeitura de João Pessoa lança campanha de trânsito e diz que volume de acident - WSCOM

menu

Paraíba

22/08/2005


Prefeitura de João Pessoa lança

Oficialmente João Pessoa produz, todo ano, em média 90 mortes no trânsito. Extra-oficialmente, porém, já se sabe que o volume médio anual é quase seis vezes maior. Os dados foram levantados em uma pesquisa feita pela Universidade Federal da Paraíba em parceria com o órgão municipal de trânsito, o STTrans, e apresentados hoje pela Prefeitura da Capital no lançamento de uma campanha através da qual o Município espera resgatar o espaço do pedestre e reduzir os índices de acidentes.

O foco da campanha ‘Respeite a faixa de pedestre. Faça sua parte! João Pessoa vai se orgulhar’ reabre a discussão sobre os espaços ocupados entre quem anda a pé e quem está atrás do volante. E o tom usado pelo estafe da Prefeitura durante o evento mostra que, para reduzir as estatísticas de acidentes, o motorista terá que perder espaço.

‘Já tiramos das calçadas’, comemora o prefeito Ricardo Coutinho, para quem o pedestre é a parte ‘frágil’ dentro do cenário do trânsito e deve ser protegido.

‘A parte mais frágil, que é o pedestre, tem que ter prioridade em relação a parte mais forte, que é o veículo’, defendeu o prefeito.A equipe da Superintendência de Transporte e Trânsito também faz essa aposta. ‘Vamos resgatar ruas e calçadas para os pedestres’, anunciou a superintendente Aracilba Rocha. Ela não falou por quais vias a frota de João Pessoa deve trafegar.

No bolso – A proteção virá com a valorização da faixa. A Prefeitura espera convencer os motoristas pessoenses, através de apelos na mídia e panfletagens em pontos estratégicos da cidade, da obrigatoriedade de dar passagem ao pedestre – mesmo em locais onde não existem semáforos.

Por enquanto o foco é na educação. Mas, se os resultados não forem satisfatórios, Coutinho não descarta a possibilidade de usar meios mais duros. Aqueles que atingem o bolso. ‘A multa é um instrumento legal e legítimo’, disse o prefeito. ‘Se após toda essa campanha de divulgação houver desrespeito, teremos multas’, finalizou.O que é a campanha:

Vai estar na mídia em caráter permanente. Na primeira fase, que vai até dezembro, serão realizadas ações até que o pedestre se habitue a usar a faixa e o motorista a parar para dar passagem para quem está a pé.

Um dos principais focos da campanha é o estudante.

Atores, folguedos populares, servidores municipais e agentes de trânsito estarão envolvidos nas ações.

O mote central é ‘Respeite a faixa de pedestre. Faça sua parte! João Pessoa vai se orgulhar’

A avaliação está marcada para janeiro de 2006.

O trânsito de João Pessoa em dados:

Em 2003, a Capital registrou 4.699 acidentes – 1.225 por atropelamento. Os dados são extra-oficiais e representam aumento de 5,76% em relação as estatísticas oficiais.

Até março deste ano foram registrados 237 acidentes de trânsito – 26 pessoas morreram.

Notícias relacionadas