Prefeita de Conde mantém apoio a venezuelanos durante encontro com embaixador do Reino Unido no Brasil - WSCOM

menu

Paraíba

10/03/2019


Prefeita de Conde mantém apoio a venezuelanos durante encontro com embaixador do Reino Unido no Brasil

Márcia Lucena obteve apoio financeiro da Embaixada do Reino Unido no Brasil.

Imagem reprodução

A prefeita Márcia Lucena, de Conde, historiou para o embaixador do Reino Unido no Brasil Vijay Rangarajan o processo de envolvimento da Prefeitura no acolhimento a imigrantes refugiados da Venezuela. A prefeita reafirmou a disposição de manter a assistência em saúde, educação e proteção social que a gestão municipal garante em parceria com a Casa do Migrante em Conde desde julho do ano passado quando da chegada do primeiro grupo, de 44 pessoas.

 

O encontro aconteceu durante visita que o diplomata fez à instituição, localizada no loteamento Village Jacumã, para conhecer pessoalmente o processo  de acolhida que obteve apoio financeiro da Embaixada do Reino Unido no Brasil .

 

Coordenada por Arivaldo Sezyshta, Auricélia Rossana da Silva e José Roberto Saraiva dos Santos, a Casa do Migrante integra a rede do Serviço Pastoral dos Migrantes do Nordeste e, na Paraíba, recepciona, hospeda, integra e encaminha para lares próprios homens, mulheres, famílias e crianças venezuelanas refugiadas.

 

Vijay Rangarajan visitou as instalações e participou de uma roda de conversa em que ouviu relatos da coordenação sobre o cotidiano na Casa, a metodologia de integração, as campanhas de arrecadação, a parceria exitosa com a Prefeitura de Conde, entre outras questões. O embaixador comentou a positividade do trabalho e disse da disponibilidade da Embaixada para apoiar ações de integração de pessoas refugiadas da Venezuela e projetos para a agricultura sustentável.

 

A prefeita Márcia informou sobre crianças venezuelanas matriculadas em Creis (creches) e escolas, que receberam fardamento e os demais itens para a frequência escolar; falou sobre a assistência integral à Saúde, e do diálogo permanente da Casa com a equipe da Secretaria de Trabalho e Ação Social.

 

A prefeita fez uma reflexão sobre o aspecto ético da acolhida, que em Conde acontece na perspectiva da solidariedade entre as pessoas de qualquer nacionalidade, lamentou o conservadorismo que impõe fronteiras que não são apenas geográficas, mas políticas e culturais que impedem a busca de pessoas por seus sonhos em novas terras, e confirmou o empenho da Gestão Municipal no apoio ao trabalho da Casa do Migrante em Conde.