Preço do quilo do pão francês se mantém na Capital - WSCOM

menu

Economia & Negócios

18/10/2018


Preço do quilo do pão francês se mantém na Capital

Foto: autor desconhecido.

Pesquisa comparativa para o quilo do pão francês realizada pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor nesta quinta-feira (18) constatou que não houve alteração no preço do produto, com os preços oscilando entre R$ 6,99 e R$ 14,90. O levantamento de preços anterior foi realizado no dia 27 de setembro.

O menor preço está sendo comercializado a R$ 6,99 (Panificadora N. S. da Penha – Geisel e Shammah – Mangabeira) e, o maior, a R$ 14,90 (Bonfim – Tambaú), registrando uma diferença de R$ 7,91. A pesquisa foi realizada em 31 estabelecimentos da Capital e pode ser acessada no link:https://midi.as/ggv2.

Helton Renê, titular do Procon-JP, informa que, após o aumento verificado no mês passado devido ao reajuste da farinha de trigo, é muito importante monitorar os preços através das pesquisas comparativas. “Assim como fazemos com os combustíveis, realizamos as pesquisas também para usar como parâmetro quando houver aumento. É mais uma ferramenta para usarmos em favor do consumidor”, afirma.

Menores e maiores – Os outros menores preços do pão francês foram encontrados a R$ 7,00 (Souza Rangel – Rangel); R$ 7,20 (Doce Pão – Valentina); e R$ 7,25 (Pão da Vida – Mangabeira e São Judas Tadeu – Rangel). Os outros maiores foram registrados a R$ 13,90 (Pão Doce Pão – Bairro dos Estados); R$ 12,95 (El Shaday – Cabo Branco); e R$ 12,60 (Bonfim – Centro).

A pesquisa visitou os seguintes estabelecimentos: Eldorado e Almeidão (Cristo); São Judas Tadeu e Souza Rangel (Rangel); Pontes (Cruz das Armas); Dois Irmãos e Jaguaribe (Jaguaribe); Bonfim e Fluminense (Centro); 13 de Maio (Mandacaru); Flor das Neves (Roger); Bariloche e Ipanema (Torre); Fino Pão e Pandelly (Expedicionários); Tambauzinho (Tambauzinho); Pão Doce Pão (Bairro dos Estados); Pão da Vida e Shammah (Mangabeira); Castelo Branco (Castelo Branco); Doce Pão (Valentina); Bancários (Bancários); N. S. da Penha (Costa e Silva); Cardoso e N. S. da Penha (Geisel); El Shaday (Cabo Branco); Bessa Pão e Shammah (Bessa); Manaíra (Manaíra); Casa de Pães e Bonfim (Tambaú).

Para acessar a pesquisa completa acesse o portal da Prefeitura de João Pessoa –joaopessoa.pb.gov.br ou proconjp.pb.gov.br.

Notícias relacionadas