PPS retira candidatura de Roberto Freire à Presidência da República - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

01/06/2006


PPS retira candidatura de Roberto

A Executiva Nacional do PPS decidiu retirar a candidatura do deputado Roberto Freire à Presidência da República. A decisão foi tomada em reunião nesta quinta-feira, em Brasília, após a direção nacional ter se empenhado, sem sucesso, na viabilização de uma aliança alternativa com forças democráticas e de esquerda para a disputa da Presidência da República.

De acordo com Lídia Moura, que é membro do diretório nacional, o PPS avaliou que dentro do cenário político e em função da necessidade de superação da cláusula de barreira e da verticalização, o melhor para o partido era não ter a candidatura ao Planalto.

A reunião marcou a convenção nacional do partido para o dia 16 de junho, no Rio de Janeiro, quando será definido se o partido fica liberado nos estados ou se apóia formalmente uma chapa nacional.

Em nota a Executiva Nacional do PPS reafirma ser oposição ao Governo Lula. “ O momento vivido pelo país é muito difícil e o PPS tem tido a coragem de reafirmar suas posições perante a sociedade. Embora eu seja favorável à candidatura própria, vejo a decisão do partido como uma decisão responsável”, afirma Lídia Moura, que é contrária ao apoio do PPS ao candidato do PSDB. ”

Como o novo objetivo maior é superar a cláusula de barreira, o apoio formal prejudicaria esse projeot. Mas, esta decisão será tomada na convenção nacional no dia 16 de junho, já que na reunião da Executiva Nacional deu empate. O partido, portanto, recomenda o apoio, mas a formalização ou não da aliança será decida na convenção “, informa Lídia Moura.

Notícias relacionadas