Polícia prende estelionatário quando sacava cheque no Banco do Brasil - WSCOM

menu

Paraíba

24/08/2005


Polícia prende estelionatário quando sac

O assistente técnico de aparelho celular Júlio César de Oliveira Bastos, de 30 anos, foi autuado em flagrante pelo delegado Canrobert Rodrigues, do Grupo de Operações Especiais acusado de estelionato. Ele foi preso no interior da agência do Banco do Brasil, da Avenida Beira Rio, em João Pessoa.

Com Júlio César foram apreendidas uma carteira de identidade falsa em nome de Marcelo Heleno de Almeida e um cheque em nome da empresa Evolução Administradora e Serviços Gerais que seria sacado no momento em que ele foi preso.

Segundo o delegado Canrobert Rodrigues, o estelionatário Júlio César no período da manhã havia sacado dois cheques, sendo um no valor de R$ 2.800,00 e outro de R$ 2 mil. Ambos os cheques eram clonados.

A prisão aconteceu quando Júlio César tentava sacar mais um cheque no valor de R$ 2 mil. No momento o caixa desconfiou, comunicou o fato ao gerente que ao se aproximar do estelionatário, ele tentou correr, mas foi detido por um policial civil que se encontrava no local.

Na sede do GOE o estelionatário, que é natural e reside em Cuiabá, Mato Grosso, disse que chegou a João Pessoa na semana passada para aplicar o golpe. Para aplicar o golpe ele disse que chega no banco, geralmente quando a fila estar grande, se dirige a qualquer pessoa da fila e pergunta para ver o cheque e saber se estar na agência certa.

Após ganhar a confiança ele conversa com uma pessoa, geralmente aquela que estiver com cheque de empresa e paga o valor do cheque, depois no computador falsifica e emite outro valor.

Júlio César confessou que aplicou o mesmo golpe em São Paulo e Brasília. No Nordeste o primeiro golpe foi em João Pessoa. O estelionatário estava hospedado numa pousada na orla marítima.

Notícias relacionadas