Polícia invade residência e liberta crianças feitas reféns por quase 20 horas em Queimadas, Agreste paraibano - WSCOM

menu

Policial

02/01/2019


Polícia invade residência e liberta crianças feitas reféns por quase 20 horas em Queimadas, Agreste paraibano

Pai ameaçava jogar os filhos da varanda do primeiro andar da casa, no município de Queimadas, no Agreste paraibano.

Foto: Laisa Grisi / TV Paraíba

A Polícia Militar resgatou duas crianças, de 4 e 5 anos, que foram mantidas reféns pelo próprio pai, por quase 20 horas, em Queimadas. O homem ameaçava jogá-las do primeiro andar de uma casa. A ocorrência começou por volta das 10h dessa terça-feira (1º) e só terminou às 5h50 desta quarta-feira (2), com o Grupamento de Ações Táticas Especiais (Gate) resgatando os dois meninos e evitando que o pai tirasse a própria vida.

 

O comandante do Gate, capitão Assis Soares, ressaltou o profissionalismo da Polícia Militar, que manteve 100% de êxito nas ocorrências com reféns na Paraíba e trouxe como desfecho a preservação das vidas de todos os envolvidos na situação. “A princípio, quando os policiais da 3ª Companhia Independente foram chamados, a informação era de que se tratava de um senhor que estava em crise, mas ao chegar lá, a guarnição percebeu que era um homem de 45 anos com três facas e um facão, no primeiro andar de uma casa, ameaçando jogar os dois filhos da varanda e depois se matar. Foi feita a contenção e fomos chamados, iniciando as negociações, que duraram quase 20 horas”, detalhou.

 

O capitão contou que, na madrugada de hoje, o pai parou de dar sinais e depois foi ouvido um barulho de uma corda. “Neste momento, ao amanhecer, fizemos a intervenção na casa, resgatamos as crianças e evitamos que o pai tirasse a própria vida, garantindo a preservação da vida de todos os envolvidos”, disse.

 

Durante as negociações, os próprios integrantes da Polícia Militar foram repassando alimentos para as crianças, evitando que elas ficassem mais debilitadas, já que o ambiente onde elas moravam com o pai, estava com aparência insalubre.

 

Os meninos e o pai foram levados para o hospital de Queimadas para receber atendimento. As crianças teriam sido abandonadas pela mãe há um tempo e deixadas com o pai. Elas serão encaminhadas ao Conselho Tutelar e o pai apresentado na delegacia de Polícia Civil, na cidade.