Polícia identifica envolvidos no seqüestro do gerente do Banco do Nordeste de Ca - WSCOM

menu

Policial

12/08/2005


Polícia identifica envolvidos no seqüest

A polícia já identificou os três acusados de participarem do seqüestro e extorsão do gerente de negócios do Banco do Nordeste em Cajazeiras, Renato Miguel de Morais Lisboa e de sua esposa, Lucineide Carvalho de Oliveira Lisboa, ocorrido na noite desta quarta-feira na cidade de Cajazeiras, Alto Sertão da Paraíba.

Sem revelar os nomes o delegado Décio de Sousa Lima Filho, que preside o inquérito policial, disse que já está de posse de fotografias dos acusados, inclusive sabe onde eles residem e que todos já possuem antedecentes. Um deles, inclusive, já foi reconhecido como participante do seqüestro do gerente do Bradesco de Cajazeiras, Francisco Edson Sousa Formiga, ocorrido em abri deste ano.

Coincidentemente, segundo o delegado, Renato Miguel e sua esposa Lucineide foram levados para a zona rural de Jericó, onde Lucineide ficou no mesmo cativeiro onde também havia ficado a esposa do gerente do Bradesco.

Desde a noite desta quinta-feira (11) quando foram identificados os responsáveis pelo seqüestro do casal, policiais civis e militares da região de Catolé do Rocha estão montando barreiras policiais com o objetivo de prender os acusados.

O seqüestro do casal aconteceu por volta das 20h30 desta quarta-feira quando chegava em sua residência na Rua João Alves da Silva, no Bairro do Jardim Oásis, em Cajazeiras. Renato e Lucineide foram levados no veículo de Renato, para a região de Catolé do Rocha, cerca de 100 quilômetros de Cajazeiras.

Lucineide foi localizada cerca de duas horas depois numa estrada a 50 metros do cativeiro, próximo à cidade de Jericó. Ela só foi liberada porque os seqüestradores viram a polícia se aproximar.

Notícias relacionadas