Polícia faz operação no RJ para prender suspeitos de matar filho de paraibana - WSCOM

menu

Policial

18/06/2018


Polícia faz operação no RJ para prender suspeitos de matar filho de paraibana

O crime ocorreu perto da favela do Lixão. Dentro da barriga da mãe, a criança foi baleada em junho de 2017 e faleceu no dia 30 de julho.

Foto: autor desconhecido.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro realiza operação na manhã desta segunda-feira (18) em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e entre os alvos estão os responsáveis pela morte do bebê Arthur, que foi baleado dentro do útero da mãe, a paraibana Claudineia dos Santos Melo, que estava grávida de 39 semanas.

O crime ocorreu perto da favela do Lixão. Dentro da barriga da mãe, a criança foi baleada em junho de 2017 e faleceu no dia 30 de julho.

A operação da polícia busca prender quadrilha que domina o tráfico de drogas na favela do Lixão e no Complexo da Mangueirinha. Os criminosos estariam envolvidos na morte do sargento Douglas Fontes, da PM, no dia 7 de junho. A mãe do policial, inclusive, morreu ao reconhecer o corpo do filho. Estão sendo cumpridos 45 mandados de prisão.

A investigação durou cerca de um ano, identificando as principais lideranças e reunindo provas dos crimes de tráfico e outros crimes de relevância, segundo o delegado Flávio Rodrigues, responsável pela ação.

Claudineia dos Santos Melo foi baleada indo ao mercado. Ela foi atingida na pelve. A bala atravessou o tórax da criança e também atingiu parte da orelha, de acordo com boletim da Secretaria de Saúde de Duque de Caxias.

G1

Notícias relacionadas