Polícia Civil da Paraíba deflaga 2ª fase da Operação Fratelli - WSCOM

menu

Policial

18/09/2018


Polícia Civil da Paraíba deflaga 2ª fase da Operação Fratelli

Foto: autor desconhecido.

A Polícia Civil da Paraíba, através da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa (DDF), deflagrou na manhã desta terça-feira (18), a 1ª fase da Operação Fratelli (“irmandade” em italiano), com objetivo de apreender documentos relacionados a um grande esquema de abertura de empresas e negociação de imóveis por estrangeiros, na maioria Italianos. As investigações tiveram início há aproximadamente seis meses, após denúncia feita por uma das vítimas, que descobriu o desvio de mais de 600 mil reais, relacionados a apenas uma das empresas investigadas.

As investigações da DDF identificaram que um dos investigados, o técnico em contabilidade Alexandre José de Brito, possui 60 empresas registradas em seu nome, sendo grande parte de empresas de construção civil, em sociedade com estrangeiros. Durante a investigação, a DDF identificou 20 contas bancárias relacionadas aos fatos em investigação, cujo sigilo já foi quebrado pela justiça paraibana.

Todas as informações bancárias já estão sendo analisadas no contexto da Operação e restavam apenas o cumprimento de mandados de busca e apreensão domiciliar nas cidades de João Pessoa e Maceió/AL, local em que residem atualmente os investigados Audrey Fant e Giorgio Fant – ação cumprida com o apoio da Polícia Civil de Alagoas.

Durante a primeira fase da Operação, a Polícia civil da Paraíba e Polícia Civil de alagoas apreenderam documentos e equipamentos eletrônicos dos investigados, que serão analisados com o objetivo de concluir as investigações, com a responsabilização de todos os envolvidos e delimitação do prejuízo causado em torno de aproximadamente R$ 5 milhões.