Polícia captura suspeito de seqüestro da mãe de Robinho - WSCOM

menu

Policial

13/08/2005


Polícia captura suspeito de seqüestro

Policiais da Delegacia Especializada em Investigações sobre Roubos de Carga realizaram na noite desta sexta-feira, em São Paulo, a prisão de Célio Marcelo da Silva, 32, também conhecido como “Bin Laden”.

Célio é acusado de ter participado do seqüestro de Marina da Silva, mãe do jogador Robinho, ocorrido em novembro do ano passado e que durou 40 dias.

Ele se encontrava em um carro com a namorada e um motorista quando foi cercado por vinte policiais em uma esquina da Vila Andrade, na zona sul da capital paulista, por volta das 19h30. O veículo sofreu vários disparos de armas de fogo. A namorada do criminoso foi internada em um hospital da região após ter sofrido dois tiros. A polícia afirma que Célio teria resistido à prisão, o que resultou em troca de tiros e numa perseguição pelas ruas da Capital.

Um dos criminosos mais procurados do País, Célio respondia a 11 processos de seqüestro, entre eles o do comerciante Girz Aronson e do empresário João Bertin. “Bin Laden” cumpria pena de 38 anos de prisão por roubo e homícidio, quando fugiu da Penintenciária do Estado em 2003, por um túnel. Seu depoimento pode durar toda a madrugada de hoje.

Notícias relacionadas