Polícia apresenta casal acusado de chacinar família no Conde - WSCOM

menu

Policial

26/10/2005


Polícia apresenta casal acusado de

A Secretaria da Segurança e da Defesa Social apresentou na tarde desta quarta-feira os dois acusados das mortes de quatro pessoas no Assentamento Dona Antônia, no município do Conde. Fábio Isídio da Silva (27), também conhecido por Nino Cara de Onça e sua mulher Francisca D’Arc dos Santos, de 34 anos confessaram a autoria dos crimes. Fábio já responde a processo por roubo.

O casal foi preso quando fugia para a cidade de Canguaretama, no Rio Grande do Norte e ainda estava com o veículo Pampa, de cor prata, placas 8900-PB. Os policiais, sob o comando do delegado Manoel Neto Magalhães, ainda apreenderam objetos roubados da casa das vítimas.

As mortes de Natanal Gomes da Silva, sua esposa Luzinete Medeiros da Silva e os filhos do casal, Diego Medeiros da Silva e Dione Medeiros da Silva aconteceram sexta-feira quando Fábio Isídio e a mulher invadiram a residência do agricultor. Inicialmente mataram Natanael e a mulher, que foram enterrados em covas rasas, separadas, no quintal da casa.

Em seguida o casal criminoso voltou a casa e mataram os dois adolescentes para depois fugirem no veículo da vítima, levando vários pertences. Animais chegaram a correr do local. Uma testemunha ouvida pelo delegado Neto Magalhães disse que viu o carro de Natanael saindo em alta velocidade, no entanto, não imaginava que era o caseiro que estava dirigindo.

Para efetuar a prisão do casal a polícia paraibana contou com a colaboração de policiais civis do Rio Grande do Norte. Fábio e Francisca foram submetidos a exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal, em Natal e depois liberados para serem conduzidos a João Pessoa.

Notícias relacionadas