PMDB deverá indicar vice de Lula para facilitar coligações nos Estados, acredita - WSCOM

menu

Política

07/06/2006


PMDB deverá indicar vice de

O deputado estadual Vital Filho (PMDB) acredita que a nova resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deverá fazer com que o partido do senador José Maranhão indique o vice na chapa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), desta forma o partido facilitaria as coligações nos Estados.

“Com essa decisão eu acho que caminha de forma mais acelerada a necessidade do PMDB indicar o candidato à vice na chapa do presidente Lula”, entende o deputado.

A nova resolução do TSE obriga aos partidos que não tem candidato a presidente da república a fazer coligação com outros partidos que também não tem candidato a presidente.

“Tínhamos uma posição de não indicar um candidato a presidente da república. Apoiar o presidente Lula em 15 Estados, onde os nossos candidatos têm condições competitivas de vitória. Ontem, inclusive, sacramentamos isso com a executiva do PMDB reunida com Lula”, informa.

Para Vital Filho, os Estados de Alagoas e Maranhão é que podem ficar prejudicados nesse processo. Lá os líderes peemedebistas Renan Calheiros e José Sarney apóiam Lula, mas votam em candidaturas ligadas ao PFL (Maranhão) e ao PSDB (Alagoas).

Na Paraíba o que modifica – Caso o PMDB indique mesmo o vice do presidente Lula o deputado explicou que não mudará muito a ‘predileção’ do partido pelo PT. A única alteração será no que diz respeito à escolha do vice na chapa do senador José Maranhão.

“Porque nós vamos diminuir o universo de partidos nesta escolha”, argumenta e completa: “espero que o PSB também esteja coligado e não indique candidato a presidência da república porque caso não se coligue, ele não poderá firmar aliança conosco”, ensina.

O deputado acredita que pela inexorabilidade do tempo a indicação é bem provável – o partido tem até o dia 30 para decidir, sendo que a convenção do PT já é dia 24, significando dizer que na prática a decisão deve sair até o dia 24.

“Pelos acontecimentos vai ser eletrizante a escolha do vice do presidente Lula e do governador Maranhão”, conclui.

O PT – O presidente estadual do PT, deputado Frei Anastácio (PT), informou que hoje a noite haverá uma reunião da executiva estadual do partido com sua assessoria jurídica para discutir a decisão do TSE.

“Eu não estou informado das agravantes, se é bom ou se é ruim. Vou aguardar para poder me pronunciar”, disse.