PMCG afirma que dados revelados por Ricardo são de escolas estaduais - WSCOM

menu

Política

27/04/2011


Prefeitura de CG desmente Ricardo

moído continua

Foto: autor desconhecido.

Continua a polêmica sobre os dados apresentados pelo governador Ricardo Coutinho sobre a cidade de Campina Grande. No final da manhã desta quarta-feira, 27, a prefeitura divulgou um documento da Subgerência de Estatística da Secretaria Estadual de Educação da Paraíba comprovando que os índices são referentes às taxas de aprovação, repetência e abandono das escolas da rede estadual de ensino de Campina Grande.

Ainda segundo a prefeitura municipal, os dados estão contidos no Relatório de Rendimento Escolar no Ensino Fundamental de Campina Grande, que contém números da rede estadual e privada de ensino da cidade (Fonte: MEC / INEP / DEED / Subgerência de Estatística / Secretaria Estadual de Educação da Paraíba – SEE-PB) e correspondem ao Censo Escolar da Educação Básica – 2009 (dados coletados em 2008), o último a constar com dados consolidados (ver documento anexo).

O levantamento informa que as escolas da rede estadual de ensino de Campina Grande apresentaram uma taxa de aprovação de 64,5%; taxa de reprovação de 20,4% e taxa de abandono de 15.0%. De acordo com a gestão municipal, o governador usou esses dados como se fossem das escolas da rede municipal de ensino.

O documento mostra os dados reais da rede municipal, que foram apresentados pelo secretário de Educação Flávio Romero durante explanação à imprensa: taxa de aprovação de 76,2%, taxa de reprovação de 14,4% e taxa de abandono de 9,4%. O documento também apresenta as mesmas taxas para a rede privada de Campina Grande: aprovação de 95,3%, reprovação de 4,1% e abandono de 0,6%.

Para o secretário Flávio Romero, ficou comprovada a má fé do governador em se utilizar de dados inverídicos para causar constrangimento ao prefeito Veneziano e a toda a cidade: “É inacreditável que um governo possa se utilizar de dados errôneos, forjados ou coisa parecida para constranger uma cidade. Lamentável”.

O documento, ao qual a Secretaria Municipal de Educação de Campina Grande teve acesso, é publico e pode ser solicitado pro qualquer cidadão, diretamente na Secretaria Estadual de Educação.

 

 

Notícias relacionadas