PF investiga agente paraibano que fez menção desrespeitosa a Joaquim Barbosa - WSCOM

menu

Política

30/10/2018


PF investiga agente paraibano que fez menção desrespeitosa a Joaquim Barbosa

Foto: autor desconhecido.

A Polícia Federal abriu inquérito nesta segunda-feira (29), para apurar a conduta de um policial da Superintendência Regional da Paraíba. Um perfil no Twitter, atribuído ao policial, afirmou no domingo (28), que o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa fazia ‘papel de escravo’. Um dia antes, o ministro havia anunciado voto pelo candidato Fernando Haddad (PT), que perdeu a disputa pela Presidência para Jair Bolsonaro (PSL).

Na rede social, o policial escreveu. “Na minha opinião, o negro Joaquim Barbosa, erigido ao posto de ministro do STF, apenas paga favor ao PT. Faz papel do escravo que, mesmo com carta de alforria, teve medo de deixar a Casa Grande. Seu voto é só isso: Apenas 1 voto. Nada mais.”

COM A PALAVRA, A POLÍCIA FEDERAL

“Diante da notícia sobre postagem publicada no domingo, 28/10, em rede social de um servidor desta Superintendência Regional, a qual faz menção desrespeitosa a um Ministro do Supremo Tribunal Federal; a Polícia Federal informa que instaurou inquérito para apurar a conduta do policial.

A Corregedoria Regional da PF também já adotou os procedimentos necessários pertinentes ao caso.

A Polícia Federal reafirma o seu absoluto respeito às pessoas e às instituições mantendo o firme propósito de sempre apurar todas as condutas eventualmente irregulares de seus servidores.” Com informações Estadão.

Notícias relacionadas