PF contesta advogado de Cícero Lucena sobre lisura em contratos e considera prov - WSCOM

menu

Policial

18/08/2005


PF contesta advogado de Cícero

O superintendente da Policia Federal na Paraiba, Agripino Neto, contestou as declaracões do advogado Walter Agra ao Portal WSCOM Online de que havia lisura comprovada nos diversos contratos em investigação. Ele assegurou que, ao contrário, as provas são evidentes contra o ex-prefeito Cicero Lucena, ex-assessores e empresários.

– Quem tem boca diz o que quer, mas não vou polemizar sobre comentários recentes – disse de início o superintendente afirmando, em seguida, depois de indagação repetida pelo Portal que, “ao contrário do que o advogado diz as provas mostram que há problemas graves”.

Quando indagado se havia novidades no processo, ele voltou a dizer que, a partir desta quinta-feira com a chegada da delegada Luciana Paiva é provável que o processo apresente novas informações, mesmo assim não poderão ser reveladas por correrem em segredo de justiça.

Coroa – O superintendente garantiu que, em breve, vai revelar ao Portal novidades no caso de Daniel da Coroa, preso sob a acusação de chefiar gang de sonegação milionária na Paraiba.

– Estamos com pessoal em diligências, mas nos próximos dias vamos revelar a vocês outras novidades – afirmou.

Notícias relacionadas