Pedro não antecipa candidatura, mas diz que PSDB apresentará nomes de peso em CG e JP em 2020 - WSCOM

menu

Política

05/05/2019


Pedro não antecipa candidatura, mas diz que PSDB apresentará nomes de peso em CG e JP em 2020

Pedro Cunha Lima foi eleito presidente estadual do PSDB na Paraíba

Por Ângelo Medeiros / Portal WSCOM

 

O PSDB deverá apresentar candidatura própria sim em Campina Grande na eleição de 2020. Pelo menos foi o que deixou claro o novo presidente estadual da legenda, o deputado Pedro Cunha Lima, eleito para o cargo em convenção partidária realizada neste domingo (4). Em entrevista ao Portal WSCOM, Pedro, que é um dos cotados para seguir o caminho de seu pai, o ex-senador Cássio Cunha Lima e avó, Ronaldo Cunha Lima, e disputar à Prefeitura Municipal, evitou antecipar a confirmação de qualquer postulação na Rainha Borborema, em João Pessoa ou em outros municípios.

“É cedo, essa conversa fica para o ano que vem. Existem vários nomes a serem lembrados nesse processo. Vamos aguardar o desenrolar dos fatos. Este ano é de muito trabalho, de mostrar resultados, de ser parceiro da cidade e ano que vem a gente discute eleição”, frisou ao comentar sobre a possibilidade de ser o nome do PSDB em Campina Grande.

Segundo o novo presidente estadual dos tucanos, a meta é ter candidaturas próprias do partido nos principais municípios da Paraíba. Mas, quando isso não for possível, o partido buscará auxiliar legendas parceiras que, por ventura, estejam melhor colocadas nas disputas eleitorais em 2020.

“Nós temos um trabalho para ter candidatura própria tanto em João Pessoa como em Campina Grande, mas estamos num leque de outros partidos. A candidatura não precisa ser necessariamente do PSDB, a gente se sente representado muitas vezes por um coletivo, um time que está muitas vezes em outro partido”, disse.

E, Pedro complementou:  “Vamos participar do processo, com o espírito de colaboração, a gente se insere no campo que tem outras legendas, vamos fazer o esforço para ter candidatura do PSDB nas principais cidades e fazer com que a gente possa se sintonizar melhor com o momento em que as pessoas estão externando no país inteiro. As pessoas estão se distanciando da política, e, antes de pensar em qualquer postulação, precisamos ter um conceito mostrando que a gente está enxergando isso com humildade e trabalho”.

 

CONFIRA MAIS TRECHOS DA ENTREVISTA DE PEDRO AO WSCOM


MISSÃO

“Vamos reunir as pessoas, vamos compartilhar esse desafio. Precisamos ter parcerias, distribuindo tarefas, organizar a nossa ação em sintonia com o que propomos e fazemos. É construir esse grupo que vai nos aproximar de um desafio posto a todos nós”.


AUSÊNCIAS DE CÁSSIO, EMERSON PANTA E OUTRAS

“O senador Cássio, entre outras lideranças não estiveram presentes. As ausências acontecem, faz parte, muitas vezes você tem um imprevisto, uma impossibilidade. Quem não esteve fisicamente presente aqui hoje, tenho certeza de que esteve presente em sintonia de mentalidade, de somar, na unidade de pensamento”.   


OPERAÇÃO CALVÁRIO

 

“Só tenho um espaço que não nos cabe interferir, que é o espaço do Poder Judiciário, do Ministério Público e do que a Polícia Federal executa. Eu lamento profundamente porque é algo que está instalado lá há muitos anos. Uma Cruz Vermelha que está na Paraíba desde 2011 mensalmente desviando recursos”.