Pedido de prisão é revogado, Marcelinho se reapresenta ao Treze e quer jogar no fim de semana - WSCOM

menu

Futebol

01/06/2018


Pedido de prisão é revogado, Marcelinho se reapresenta ao Treze e quer jogar no fim de semana

No dia 11 de maio o jogador teve mandado de prisão expedido pelo juiz Cláudio Pinto Lopes

Foto: autor desconhecido.

Exatamente 15 dias depois de se afastar dos treinamentos para resolver problemas com a Justiça em relação a atraso no pagamento de pensão alimentícia, o meia e capitão do Treze, Marcelinho Paraíba, de 43 anos, voltou aos treinamentos na tarde desta quinta-feira (31), no estádio Presidente Vargas.

No dia 11 de maio o jogador teve mandado de prisão expedido pelo juiz Cláudio Pinto Lopes, da Vara da Família de Campina Grande. Desde o dia 17 se afastou dos treinamentos para tentar resolver a situação.

Nesse intervalo, Marcelinho desfalcou o time do técnico Flávio Araújo duas vezes: na goleada aplicada fora de casa, contra o Santa Rita-AL, e no empate do último domingo, no PV, ante o Vitória da Conquista-BA.

Acompanhado do advogado Afonso Vilar, o meia concedeu entrevista coletiva na sala de imprensa do estádio alvinegro e relatou que precisou se afastar de Campina Grande durante o período em que estava vigorando o mandado de prisão.

Marcelinho só voltou ao trabalho nesta quinta-feira porque conseguiu pagar parte da dívida, que gira em torno de R$30 mil, além da revogação do mandado de prisão.

–  Eu tive que ficar uns dias fora de Campina Grande e confesso que tive medo de ser preso. Meu advogado orientou e por isso eu passei uns dias fora da cidade até que essa situação se resolvesse. Ainda bem que conseguimos contornar esse problema e agora é pensar em voltar aos treinos normalmente e ajudar o Treze a conquistar esse acesso na Série D do Campeonato Brasileiro – afirmou o jogador.

Na quarta-feira, após o pagamento de pouco mais de R$ 20 mil, Marcelinho Paraíba teve o mandado de prisão que constava contra ele revogado pela Justiça.

Ao Globoesporte, no entanto, a advogada que representa a mãe da criança informou que vai pedir novamente para que o atleta seja preso ou então que ele cumpra o pagamento integral dos valores que ainda estão em aberto.

Ainda durante a entrevista, Marcelinho Paraíba garantiu que vinha treinando nesses últimos dias e que, se for da vontade de Flávio Araújo, embarca nesta sexta-feira junto com o elenco alvinegro que viaja para o interior de Minas Gerais, onde no domingo o Galo encara a URT, em Patos de Minas, pela partida de ida da segunda fase da Série D.

Voz da Torcida