PDT se divide: Valmir Rufino propõe candidatura para Governo; partido recusa e f - WSCOM

menu

Política

26/06/2006


PDT se divide: Valmir Rufino

A convenção do PDT que está sendo realizada durante esta segunda, 26, contou com uma surpresa. Os pedetistas Valmir Rufino e Marco Antônio lançaram chapa para o Governo do Estado e para o Senado, complicando a aliança informal com o governador Cássio Cunha Lima (PSDB). No final da reunião, decidiu-se fechar uma ‘aliança branca’ com o candidato à reeleição.

O lançamento, segundo Rufino, serviria para dar uma opção diferente a João Pessoa e a Paraíba, é “uma terceira via, para que acabe aquela polarização de dois grupos políticos que vem se revezando no poder a muito tempo”, alega.

Rufino disse ao Portal WSCOM Online que pode inclusive entrar na justiça, se for feita alguma manobra para barrar os seus nomes. “A diretoria está alegando não ter prazo para isso, mas nós já nos garantimos enviando na sexta passada e vamos até a justiça se for o caso”, argumenta.

O presidente do PDT, Chico Franca, acredita que politicamente não há nenhuma vantagem para o partido uma candidatura própria.

“O PDT partiria só e não iríamos atingir o coeficiente para que se faça um deputado federal ou três ou quatro estaduais”, explica.

Para o presidente a Convenção é soberana e pode decidir sobre a candidatura. “O que ficar decidido hoje é o que vai ser cumprido”, avisa.

Rufino garante que irá recorrer em juízo da decisão, dependendo do argumento utilizado pela executiva.