Paulo Preto, operador do PSDB, criou empresa para blindar patrimônio - WSCOM

menu

Política

24/02/2019


Paulo Preto, operador do PSDB, criou empresa para blindar patrimônio

Foto: autor desconhecido.

 “Conhecido como Paulo Preto e apontado como operador de políticos tucanos em São Paulo, o engenheiro Paulo Vieira de Souza, 69, criou uma empresa para absorver seu patrimônio em imóveis e uma lancha. Investigadores suspeitam que se trate de uma manobra para blindar bens contra confiscos determinados pela Justiça”, informam os jornalistas Walter Nunes e Felipe Bachtold, na Folha de S. Paulo. “A P3T Empreendimentos, que absorveu seu patrimônio, foi fundada no final de 2014 por ele e por Ruth Arana de Souza, de quem se divorciou cinco anos antes. O ano de criação da empresa é o mesmo que marcou a deflagração da Operação Lava Jato —que, na época, deteve presidentes de empreiteiras como Camargo Corrêa e OAS.”

Paulo Preto movimentou mais de R$ 133  milhões em contas na Suíça e nas Bahamas e, segundo investigações da Lava Jato, o ex-ministro Aloysio Nunes Ferreira era seu sócio informal, tendo recebido cartão de crédito da conta. O operador, apontado como arrecadador de propinas, atuou no governo de José Serra.

Brasil 247