Paulo de Tarso isenta Cássio de influência em relatório final do MP sobre denúnc - WSCOM

menu

Política

27/03/2006


Paulo de Tarso isenta Cássio

O vereador de Campina Grande Paulo de Tarso (PMN) afirmou que o governador Cássio Cunha Lima (PSDB) não teve qualquer interferência no relatório final do Ministério Público, apresentado há alguns dias em Campina Grande, que apontou responsabilidades a cerca das denúncias de irregularidades que teriam sido praticadas na gestão da ex-prefeita Cozete Barbosa (PT).

Paulo de Tarso, que é um dos que foram apontados no relatório, no caso dele de desvio de verbas do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais (Ipsem), para uma das contas da Prefeitura de Campina Grande, isentou totalmente o governador, ao contrário do que fez a ex-prefeita Cozete.

“Por mais divergências que eu tenha tido com o governador Cássio Cunha Lima no passado, eu tenho a certeza de que ele não tem nada a ver com a decisão do Ministério Público de indiciar 33 pessoas”, afirmou o parlamentar, que já foi aliado do governador, passou a ser aliado do prefeito Veneziano e hoje faz oposição à administração municipal em campina Grande.

Ele disse que vai procurar a ex-prefeita Cozete, “para que ela reveja as afirmações”. Paulo de Tarso afirmou “que coube ao Ministério Público acusar e caberá a nós provarmos o contrário”.

Notícias relacionadas