Pastor é confundido com traficante em Queimadas; Evangélicos criticam Polícia Ci - WSCOM

menu

Policial

02/05/2008


Pastor é confundido com traficante

Um fato inusitado marcou a semana no município de Queimadas. No último sábado, uma operação da Polícia Civil no município teria sido pautada pelo equívoco de confundir o pastor evangélico Dari Ferreira da Silva com um traficante conhecido por Guarí.

A reclamação foi feita pelo pastor Francisco Pacheco de Brito, da Igreja evangélica Assembléia de Deus. Segundo Pacheco, Dari é pastor há 15 anos, quatro deles com atuação em Queimadas, e ainda é primeiro-secretário da Convenção de Pastores da Assembléia de Deus na Paraíba.

“Ele quase era preso arbitrariamente por ter sido confundido com um bandido, que não tem qualquer vínculo com a igreja, mesmo porque a finalidade da instituição é pregar o Evangelho e desenvolver atividades de Ação Social”, reclamou Pacheco.

No último sábado, Dari esteve viajando para o alto sertão do estado e ao retornar na madrugada do domingo, dia 27, tomou conhecimento que na tarde do dia anterior, por volta das 15h, o templo da igreja em Queimadas teria sido invadido por quatro policiais civis que estavam acompanhados de uma mulher identificada como Leila, residente naquela cidade.

Segundo relato do depoente, o grupo armado e sem qualquer mandado judicial de busca e apreensão invadiu o templo e agrediu com palavras de baixo calão os evangélicos encontrados no local.

O pastor conta ainda que os policiais chegaram a apontar armas para os evangélicos, de modo a forçar o acesso a todas as dependências do templo, pois estavam à procura do pastor Dari, a quem eles acusavam de ser traficante e homicida, foragido há quatro anos.

“Eles estavam totalmente enganados, afinal confundiram Dari com Guarí e como perceberam o grave erro cometido saíram do local sem levar ninguém preso”, explicou Pacheco.

O pastor Dari registrou Boletim de Ocorrência contra o delegado Wagner de Paiva Gusmão Dorta, após tomar conhecimento de que tudo o que aconteceu em Queimadas durante sua ausência.

Notícias relacionadas