Partidos envolvidos no mensalão firmam aliança com Aécio - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

20/06/2006


Partidos envolvidos no mensalão firmam

Se no plano nacional o mensalão do PT é usado pela oposição para atacar o governo Lula, em Minas Gerais os dois principais partidos oposicionistas, PSDB e PFL, não se incomodam em aliar-se a legendas envolvidas no esquema de corrupção sob investigação no STF (Supremo Tribunal Federal).

Tucanos e pefelistas festejaram ontem o apoio formal do PP e do PTB à reeleição do governador Aécio Neves (PSDB), que foi às convenções dos dois partidos, realizadas no mesmo instante, mas em espaços distintos da Assembléia Legislativa.

Questionado sobre receber apoios de partidos acusados de envolvimento no esquema do mensalão, Aécio se esquivou. Disse que a campanha em Minas vai destacar o que foi feito pela sua gestão e lembrou que “deve” a esses partidos o que ocorreu até agora no seu governo.

“A obra de governo que está em construção em Minas não é obra de um partido político, muito menos de uma pessoa. É de um colegiado. E esses partidos, o PFL, o PTB e o PP, em especial, estiveram nesse projeto desde o início e honraram esse projeto.”

Na convenção do PTB esteve presente o deputado federal Romeu Queiroz. Ele se livrou da cassação na Câmara dos deputados, mas é um dos três petebistas denunciados pela Procuradoria Geral da República –o PP tem sete denunciados. Durante entrevista de Aécio, Queiroz se postou atrás do governador, aproveitando os flashes e os holofotes das câmeras.

Ao comentar um ano de investigações sobre o mensalão, Aécio disse: “Acho que o Congresso fez sua parte, fez as investigações que julgava fazer. Não cabe a mim entrar no mérito de absolvições ou não”.

Para o presidente regional do PFL, deputado federal Eliseu Resende, esses apoios não causam desconforto. “Se os deputados foram absolvidos no plenário do Congresso, que foi o juiz, o julgador final, então estão liberados para postular a sua reeleição. E isso não representa nenhum desconforto para nós.”

Além dos já formalizados apoios de PFL, PTB, PP, PV e PSC, o PSDB espera outros partidos no “chapão” de apoio a Aécio, como o PPS. E tenta atrair também o PMDB. O tucano é o favorito na disputa mineira.