Parentes do deputado paraibano vão embolsar quase R$ 1,5 milhão e caso vai parar no Ministério Público - WSCOM

menu

Política

15/03/2018


Parentes do deputado paraibano vão embolsar quase R$ 1,5 milhão e caso vai parar no Ministério Público

Recursos dariam para construir pelo menos duas escolas para a comunidade

Foto: autor desconhecido.

Quase R$ 1,5 milhão. Esse é o valor que os familiares do deputado estadual Jullys Roberto (ainda MDB) vão embolsar em quatro anos da gestão Jarques Lúcio (DEM), no município de São Bento. Uma média de quase R$ 400 mil/ano. Os dados estão no portal do Tribunal de Contas, o Sagres On line.

São tios, primos, sobrinhos e irmãos, uma família inteira contemplada com os recursos públicos. Para o deputado estadual Galego Souza, esse é mais um caso de nepotismo escancarado da gestão que se elegeu com a falsa promessa de nova política, mas que faz uso das velhas práticas para beneficiar apadrinhados.

O caso, segundo o parlamentar, será denunciado ao Ministério Público para que providências sejam tomadas.

“Eu sempre costumo falar da minha gestão, porque eu tenho uma família grande e tenho muita gente capacitada que podia assumir qualquer cargo dentro do município, mas eu nunca optei pela velha política. Eu sempre optei por inovação, por seriedade, por compromisso com o povo. E eu vejo hoje o atual gestor pregar uma nova política que não existe. Apesar de existir uma lei antinepotismo, eu vejo o outro deputado Jullys Roberto com a família quase toda na folha de pessoal do Sagres”, relatou.

Estão na lista a irmã do ex-deputado Márcio Roberto (tia de Jullys), com um salário de R$ 6 mil. A irmã de Jullys, que é vereadora, e é contratada na área da saúde, com um salário de pouco mais de R$ 2 mil, o tio de Jullys, entre tantos outros.

Basta dar uma espiada no Sagres e constatar que o nepotismo está correndo frouxo na cidade.

Segundo Galego, a denúncia será protocolada no Ministério Público nos próximos dias, já que poderá acarretar em improbidade administrativa

VEJA LISTA E O PARENTESCO COM JULLYS

1 – MARTA RANIERE DA SILVA (TIA DE JULLYS)

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA – R$ 6.000,00

2 – PEDRO EULAMPIO DA SILVA NETO (PRIMO DE JULLYS)

LOTADO NA SEC. DE AGRICULTURA  – R$ 937,00

3 – BONIFÁCIO BEZERRA NÓBREGA NETO (CUNHADO DE JULLYS)

LOTADO NA SEC. DE FINANÇAS – R$ 2.200,00

4 – JOYCE RESENDE DE OLIVEIRA (PRIMA DE JULLYS)

LOTADO NA SEC. DE EDUCAÇÃO  – R$ 2.940,00

5 – KENIA THEGEANE (ESPOSA DO TIO DE JULLYS)

LOTADA NA SEC. DE EDUCAÇÃO R$ 2.200,00

6 – PEDRO EUPLAMPIO DA SILVA FILHO (TIO DE JULLYS)

LOTADO NA SEC. DE ADMINISTRAÇÃO – R$ 3.200,00

7 – MÉRCIA REJANIA DA SILVA (TIA DE JULLYS)

LOTADA NA SEC. DE AGRICULTURAL – R$ 2.137,00

8 – RAPHAEL ARAÚJO DA SILVA (PRIMO DE JULLYS)

LOTADO NA SEC. DE ADMINISTRAÇÃO – R$ 2200

9 – JOSINEIDE RESENDE DOS SANTOS (TIA DE JULLYS)

LOTADA NA SEC DE EDUCAÇÃO – R$ 937,00

10 – BRUNO HENRIQUE RESENDE BEZERRA (PRIMO DE JULLYS)

LOTADO NA SEC DE EDUCAÇÃO – R$ 1.530,00

11 – MÁRCIA ROBERTA RESENDE RAMALHO (IRMÃ DE JULLYS)

LOTADA NA SEC DE EDUCAÇÃO – R$ 2.562,76 (ALÉM DE SER VEREADORA)

12 – JOSECLEIA RESENDE (TIA DE JULLYS)

R$ 937,00

TOTAL POR ANO – R$ 360.140,00

TOTAL EM QUATRO ANOS DE GESTÃO R$ 1.444.260,00

Notícias relacionadas