Paraibano de 2018 pode sofrer “virada de mesa” - WSCOM

menu

Futebol

05/07/2018


Paraibano de 2018 pode sofrer “virada de mesa”

Foto: autor desconhecido.

Imagine um time ser rebaixado da Primeira para a Segunda Divisão e voltar à elite do futebol apenas com um convite? A famosa virada de mesa pode acontecer, e o futebol paraibano pode ser assim em 2019, ou pelo menos é o que deseja o novo presidente da Federação Paraibana de Futebol, Nosman Barreiro.

Segundo ele, com o Campeonato Estadual deste ano em xeque após a realização da Operação Cartola, o mais correto seria que Auto Esporte e Desportiva Guarabira permaneçam na Primeira Divisão para o próximo ano, o que levaria o Campeonato a ser realizado com 12 equipes, sendo os oito que permaneceram, Auto Esporte, Desportiva e os dois que conquistarão o acesso através da Segunda Divisão.

– Isso seria bom e fortaleceria principalmente o futebol de João Pessoa, pois o Auto Esporte é um grande time. O Brejo também sairia fortalecido. Por tudo que foi descoberto pela Operação Cartola, seria justo manter as duas equipes na Primeira Divisão do próximo ano – disse.

E não é só isso. Se na Primeira Divisão a ideia é manter os dois rebaixados este ano, na Segundona, a proposta é permitir a entrada do Paraíba de Cajazeiras e do Cruzeiro de Itaporanga – este já foi presidido pelo próprio Nosman Barreiro em temporadas passadas.

Antes previsto para setembro, o Campeonato da Segunda Divisão hoje já conta com 12 times, divididos em três grupos (Litoral, Agreste e Sertão).

Caso Paraíba e Cruzeiro sejam inseridos, ainda não se sabe como será feita a divisão dos clubes. O início da Segundona também não foi confirmado.

Voz da Torcida