Paraíba mantém redução de homicídios e agosto registra menor número de ocorrências desde 2011 - WSCOM

menu

Policial

05/09/2018


Paraíba mantém redução de homicídios e agosto registra menor número de ocorrências desde 2011

Foto: autor desconhecido.

A ação integrada das forças de Segurança da Paraíba finaliza o oitavo mês de 2018 com uma redução de 7,3% no número de assassinatos contabilizados, em relação ao mesmo período do ano passado, e o estado pode ser o único do Brasil a apresentar queda no registro de crimes contra a vida durante sete anos consecutivos. Em números absolutos, são 789 homicídios ocorridos de janeiro a agosto deste ano contra 851 em 2017. Os dados foram apresentados durante reunião de monitoramento dos índices de Segurança Pública, realizada nessa terça-feira (4), em João Pessoa, com as presenças do governador Ricardo Coutinho, do secretário Cláudio Lima, e dos gestores das Polícias Militar e Civil e do Corpo de Bombeiros, além do Sistema Penitenciário.

Segundo relatório apresentado pelo Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da Secretaria da Segurança e da Defesa Social da Paraíba (Sesds), o mês de agosto de 2018 registrou o menor número de assassinatos contabilizados desde o início de 2011, com 80 casos. Com a queda nas ocorrências de homicídios no Estado durante os meses deste ano, a projeção é de que até o fim de dezembro haja 1.185 casos de Crimes Violentos Letais Intencionais – homicídios dolosos ou qualquer outro crime doloso que resulte em morte, o que representa 495 casos a menos do que os 1.680 contabilizados em 2011, com redução anual projetada em 7,7% no comparativo com 2017.

Na oportunidade, o governador Ricardo Coutinho ressaltou a relevância da atuação das Forças de Segurança no Estado e pediu ainda mais empenho dos profissionais no combate à criminalidade. “Diariamente os homens e mulheres que compõem as Forças de Segurança se esforçam para combater a violência. No trimestre passado, tivemos redução no número de homicídios em relação ao ano passado e conseguimos também ter o melhor resultado do mês de agosto durante toda a gestão. Agradeço o esforço e peço que todos continuem trabalhando firme e com ainda mais dedicação no combate à violência”, frisou o governador.

O secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, por sua vez, reforçou que, por meio do Programa Paraíba Unida pela Paz, as Forças de Segurança vêm trabalhando de forma integrada e obtendo melhores resultados dentro da política pública de segurança implantada no Estado. “Este foi o mês de agosto com a maior redução de homicídios, em relação ao mesmo período dos últimos anos. Que possamos seguir com mais empenho e dedicação para termos mais redução dos homicídios e da violência”, disse.

Outro dado importante é em relação à taxa de homicídios por 100 mil habitantes, que pode chegar a 29.7, menor do que a taxa registrada no Brasil. Em 2010, a Paraíba chegou a ter uma taxa de 41.5 mortes por 100 mil habitantes.

Das 22 Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp), que representam uma divisão territorial da gestão de Segurança Pública no Estado, segundo a Lei Complementar 111/2012, dez apresentam redução de crimes contra a vida, de janeiro a agosto de 2018: zona norte de João Pessoa (-39), zona sul de João Pessoa (-17), zona oeste de Campina Grande (-16), Catolé do Rocha (-15), Princesa Isabel (-9), Itabaiana (-7), Queimadas (-7), Cabedelo (-6), Guarabira (-4) e zona leste de Campina Grande (-4).

Outras reduções – Os crimes contra a vida de mulheres também teve redução, segundo o mesmo relatório. De janeiro a agosto, aconteceram 55 assassinatos de mulheres, dois a menos do que foi registrado no mesmo período de 2017.

De acordo com o relatório do Nace, também houve na Paraíba uma redução de ocorrências registradas contra bancos e agências dos Correios. Em 2018, de janeiro a agosto, foram 55 casos. No mesmo período de 2017, contabilizou-se 57 ocorrências e em 2016 foram 78. A maior redução aconteceu no Sertão do Estado.

Notícias relacionadas