Paraíba ‘exporta’ operários para trabalho escravo em fazendas do Centro-Oeste - WSCOM

menu

Paraíba

20/10/2005


Paraíba ‘exporta’ operários para trabalh

EXCLUSIVO: O procurador do Trabalho na Paraíba, Eduardo Varandas, denunciou a existência de recrutamento de paraibanos para atuar em situação de cativeiro em fazendas da região centro oeste.

“A Paraíba não tem trabalho escravo como uma ‘peste espalhada pelo Estado, mas recruta trabalhadores para ficar cativos em fazendas longínquas do Centro-Oeste”, garantiu o procurador, que vem investigando o tráfico interestadual de trabalhadores.

Segundo Eduardo, como a Paraíba não tem demanda no campo para explorar o trabalho escravo, agenciadores de outros estados têm atuado no Estado. Eles fazem o recrutamento dos trabalhadores com falsas promessas e os mantêm cativos em fazendas.

“Já descobrimos dois ônibus lotados de trabalhadores nessas condições”, revelou o procurador. “Como representante da Coordenação de erradicação do trabalho escravo na Paraíba, já marquei várias audiências com a Polícia Rodoviária Federal para que a gente impeça a emissão de trabalhadores em ônibus mascarados de ônibus de turismo”, concluiu.

A Procuradoria ainda mapeia o recrutamento para levantar dados sobre o volume de mão de obra que saiu da Paraíba para atuar em condições de cativeiro. As investigações indicam, porém, que o volume é representativo.

Notícias relacionadas