Paraiba é 6º Estado do país e 2º no Nordeste mais eficiente

menu

Política

19/08/2018


Paraiba é 6º Estado do país e 2º no Nordeste mais eficiente, diz ranking da Folha

Foto: autor desconhecido.

O UOL e o Jornal Folha de São Paulo trouxeram ampla reportagem sobre os Estados mais eficientes do País, que fazem mais com menos, neste domingo (19). A Paraíba aparece em 6º lugar entre todos os 27 estados e é segundo no Nordeste, atrás apenas de Pernambuco.

Os veículos utilizam o REE-F (Ranking de Eficiência dos Estados – Folha), que considera 17 variáveis agrupadas em 6 componentes para calcular a eficiência na gestão dos 26 estados e detalha ainda a situação das finanças de cada um deles.

A Paraíba ficou atrás apenas de Santa Catarina, São Paulo, Paraná Pernambuco e Espírito Santo.

Segundo o ranking, o Estado está acima na média do país em infraestrutura, 0,557, saúde, 0,495, e segurança, 0,679.

O Estado ainda investe mais em educação do que a média nacional, 18,4%, contra 14,1%.

Gráficos: Folha de São Paulo

Em nova postagem do seu blog, o jornalista Walter Santos comenta a importância do reconhecimento da gestão na Paraíba em momento de campanha.

Confira:

‘Ranking da Folha / UOL chega como fator especial em plena campanha

Por Walter Santos

De repente, não mais do que de repente, como dizia o Poeta Vinicius de Morais, eis que emerge no jornal Folha de São Paulo, a exibição de números e dados de avaliação do desempenho dos Estados brasileiros no quesito eficiência parametrado a partir de diversos conceitos estudados pelo Datafolha.

A abordagem conceitual serve para inserir o Estado da Paraíba no ranking da Folha/UOL com a posição de sexto mais eficiente no País e segundo em todo Nordeste perdendo apenas para Pernambuco.

CRITÉRIOS RIGOROSOS

O ranking da Folha obedece a pré-requisitos que, na linguagem popular, sintetiza como fazer mais com menos levando em conta a conjuntura, as receitas, despesas, pessoal e a aplicação de politicas em áreas básicas, como Educação, Saúde, Segurança, Infraestrutura e gestão em si.

EFEITOS PRÁTICOS

Os dados da Folha/UOL chegam em hora que a Oposição ao governador Ricardo Coutinho deve se contorcer de raiva porque era tudo o que não queriam conviver e atestar porque trata de um dado importante, que é a eficiência de gestão.

Ora, se são elementos incontestáveis o saldo do ranking acaba se traduzindo em forte reforço para a campanha do candidato João Azevedo e, por tabela, a Veneziano e Luiz Couto.

SÍNTESE

Em toda campanha há sempre um fato determinante a marcar o processo eleitoral.

Será que o Ranking da Folha vai cumprir este papel? Pode ser.’

Da Redação