Para Lula, depende da imprensa crise chegar até ele - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

03/08/2005


Para Lula, depende da imprensa

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sugeriu nesta terça-feira que depende da imprensa a possibilidade de a atual crise política atingi-lo.

“Vai depender de vocês”, disse Lula a jornalistas, ao ser perguntado se a crise vai chegar até ele.

O comentário do presidente aconteceu quando ele chegava para a solenidade de instalação do Conselho Nacional da Juventude, no Palácio do Planalto.

“Se depender da ação deste governo e de cada ministério envolvido nessa política da juventude, vocês podem ter certeza que em quatro anos nós vamos fazer algumas coisas que não foram feitas em 10 anos”, disse o presidente em seu discurso durante a cerimônia.

O presidente procurou listar dados positivos de sua administração, incluindo a reforma agrária.

“Se analisarmos só a reforma agrária, nós saímos de 850 (milhões de reais) para praticamente 1,6 bilhão de reais e ainda falta um ano e meio para terminar o mandato”, disse Lula, que anuncia na quarta-feira o Plano Safra de Agricultura Familiar 2005/2006.

Com o depoimento do ex-ministro-chefe da Casa Civil e deputado José Dirceu (PT-SP) no Conselho de Ética da Câmara, nesta terça-feira, o presidente reclamou que as boas notícias acabam sempre ofuscadas pelas negativas.

“Possivelmente, o destaque que esse ato terá na imprensa é quase nenhum, pois está acontecendo o processo da Comissão de Ética, o companheiro José Dirceu está lá e certamente, como minha mãe dizia, coisa ruim sempre tem mais privilégio do que coisa boa no noticiário do mundo inteiro, não apenas no Brasil”, disse o presidente.

Dirceu depõe como testemunha no processo por quebra de decoro parlamentar contra o deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ). O petebista, por sua vez, acusa Dirceu de ser responsável pelo suposto esquema do “mensalão”.

Notícias relacionadas