Palmeiras tenta fechar o retorno de Keno ao clube - WSCOM

menu

Esporte

05/12/2018


Palmeiras tenta fechar o retorno de Keno ao clube

Foto: Divulgação

Poderão vir do Egito alguns dos nomes para solucionar a carência do elenco do Palmeiras em relação a atacantes que joguem pelas pontas. Keno e Carlos Eduardo, que foi revelado pelo Goiás e é colega do ex-palmeirense no Pyramids, estão entre os jogadores analisados.

Na última terça-feira, durante gravação do Troféu Mesa Redonda, da TV Gazeta, o técnico Luiz Felipe Scolari revelou que espera dois ou três reforços para a próxima temporada, em especial jogadores de velocidade para o ataque.

No primeiro semestre do ano que vem, o treinador não poderá contar com Willian, que rompeu ligamento do joelho e passará os primeiros meses em recuperação.

Além disso, o Palmeiras não repôs a saída justamente de Keno, que era um dos principais destaques da equipe quando foi negociado no meio do ano ao Pyramids. Menos de uma temporada depois, o retorno não está descartado.

O interesse palmeirense, porém, ainda esbarra na incerteza sobre as condições de negócio. O investimento financeiro no clube egípcio foi retirado, e muitos atletas pretendem voltar a seus países, mas não se trata de uma saída fácil.

Keno, atualmente com 29 anos, foi comprado em junho por US$ 10 milhões (cerca de R$ 38 milhões na ocasião). Já Carlos Eduardo, que tem 22 anos e é alvo antigo do Palmeiras, deixou o Goiás na mesma época por pouco mais da metade desse valor, em torno de R$ 20,5 milhões.

Na segunda-feira, durante premiação do Campeonato Brasileiro, os presidentes de Palmeiras e Goiás conversaram a respeito do atacante na sede da Confederação Brasileira de Futebol. Numa eventual transação, o clube goiano teria direito a percentual do valor total por ter sido formador.