Palmeiras e Corinthians empatam - WSCOM

menu

Mais Esporte

16/10/2005


Palmeiras e Corinthians empatam

Mesmo desfalcado dos titulares Roger e Rosinei e do reserva Carlos Alberto e atuando com um jogador a menos desde os 21 minutos do primeiro tempo, quando teve o cabeça-de-área Fabrício expulso, o valente Corinthians arrancou o empate por 1 a 1 contra o Palmeiras, neste domingo, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. O resultado mantém o Timão na liderança da competição, com 63 pontos. Já o Verdão segue em quinto, com 53 pontos.

O Corinthians volta a campo na próxima quarta-feira, agora pela Copa Sul-Americana, para encarar o Pumas, do México, no Pacaembu. Já o Palmeiras jogará apenas no próximo sábado, contra o Fortaleza, no Castelão, pelo Campeonato Brasileiro. No mesmo dia e pela mesma competição, o Timão encara o Paraná, no Pacaembu.

Garra corintiana

O Corinthians começou melhor em campo e partiu para o ataque. Com forte marcação no meio-campo, jogadas pelas laterais e toque de bola, o Timão obrigou o goleiro Marcos a trabalhar em duas jogadas aéreas, quando saiu socando a bola para tirá-la da área.

O Palmeiras assutou Fábio Costa apenas aos 13 minutos, em bela cobrança de falta de Fabiano, que o goleiro corintiano espalmou a bola para escanteio. A pressão do Timão surtiu efeito e, aos 20 minutos, Tevez marcou um golaço. O argentino driblou Daniel, deixou Gamarra no chão e tocou com categoria no canto direito de Marcos: 1 a 0.

Mas o Corinthians quase não teve tempo de comemorar. Aos 21 minutos, Marcinho tocou para Diego Souza, que invadiu a área e foi derrubado por Fabrício. Pênalti, bem marcado pelo árbitro Wilson de Souza Mendonça. Para piorar, Fabrício, que já havia recebido o cartão amarelo, foi expulso de campo. Juninho cobrou com categoria e deixou tudo igual: 1 a 1.

Com um jogador a menos, o Corinthians preferiu ficar fechado na defesa e explorou apenas os contra-ataques puxados por Hugo e Tevez. O Palmeiras dominou o jogo e passou a pressionar o rival. Mas o Verdão insistiu nas jogadas pelo meio da defesa corintiana e pouco incomodou o goleiro Fábio Costa.

No segundo tempo, o jogo continuou equilibrado e o Palmeiras não conseguiu tirar proveito do fato de ter um jogador a mais em campo. Aos nove minutos, após tabelar com Cláudio, Juninho chutou forte e Fábio Costa espalmou para escanteio. Aos 12, Hugo, de fora da área, encheu o pé e assustou o goleiro Marcos.

Percebendo a dificuldade do Palmeiras no ataque, aos 14 minutos, o técnico Emerson Leão fez duas alterações. Ele sacou Cláudio e Diego Souza e mandou a campo a dupla Warley e Pedrinho. De imediato, Antônio Lopes tirou o meia ofensivo Hugo e colocou o cabeça-de-área Wendel para fechar ainda mais o sistema defensivo do Corinthians.

Com um a menos em campo, o Corinthians continuou sendo um time valente. Aos 25 minutos, após bela jogada individual de Nilmar, a bola sobrou para Tevez, que encheu o pé. Marcos fez boa defesa, em dois tempos. Aos 35, Marcinho Guerreiro acertou uma bomba de fora da área e Fábio Costa espalmou a bola para escanteio. Aos 46, Juninho chutou cruzado e Fábio Costa fez uma defesa espetacular.

Notícias relacionadas