Paiva diz que Zé Neto não é laranja e ataca PMDB: ‘senador só aderiu ao PT porqu - WSCOM

menu

Política

02/06/2006


Paiva diz que Zé Neto

Foi um petista novo, ainda enfrentando dificuldades de alinhamento com as decisões do PT municipal, que saiu hoje em defesa da pré-candidatura do professor José Neto ao Governo do Estado. ‘É pra valer’, garantiu Severino Paiva, presidente da Câmara de Vereadores da Capital.

‘Não é uma candidatura laranja para pressionar ninguém e nem para atender interesses’, acrescentou Paiva, que assegura: a candidatura conta com o apoio não só dele, mas de várias lideranças petistas no Estado.

Para esse grupo, a aliança com o PMDB não seria ‘preferencial’. E Paiva explica o motivo: ‘Maranhão só aderiu ao PT em 2002 porque sabia da vitória de Lula à Presidência da Republica. O senador gosta de estar de lado de quem vai ganhar’.

No final de uma nota encaminha ao portal WSCOM Online, o professor-vereador, e também pré-candidato a uma vaga na Assembléia Legislativa, explica porque defende a candidatura de José Neto.

‘É uma alternativa de poder, uma opção partidária e programática para que a população possa mudar o estilo de fazer política no Estado e dê um novo rumo na administração pública’.

O tom da campanha do pré-candidato petista foi dado hoje pelo presidente municipal do partido, Hildevânio Macedo. Ele admitiu que o lançamento de José Neto é um instrumento de pressão para o PT conseguir negociar participação na chapa majoritária do PMDB.