Pai de Elba Ramalho Lembra Cinema no Sertão Paraibano - WSCOM

menu

Entretenimento

24/08/2005


Pai de Elba Ramalho Lembra

Conceição, no Sertão paraibano, divisa com o Ceará, é a última cidade do mapa da Paraíba, nas palavras dos moradores de lá. Mas esse município, com pouco mais de 30 mil habitantes, já teve cinema. E quem cuidava da sétima arte por lá era “seu João Nunes”, figura famosa pelas projeções históricas e por ser, também, pai da cantora Elba Ramalho.

“Seu” João Nunes recorda das sessões lotadas. “A filme de Teixeirinha(cantor popular gaúcho, astro de “Coração de Luto”), ave Maria, lotou o cinema. As famílias vinham juntas. Choravam juntas. Era muita emoção”, volta no tempo o exibidor.

Levar filmes ao Sertão paraibano não era tarefa fácil. “Pegava os rolos no Recife. As distribuidores eram todas lá. Mas valia a pena. O primeiro filme que passei foi sobre a história de São Francisco de Assis. Muito bonito”, adjetiva o pai da famosa Elba.

A filha ilustre, ainda mocinha, viu cinema em Conceição. “Elba era bem novinha. Gostava de cinema, sim. Era uma danada. Sempre gostou de cinema, de cultura”, conta “seu” João Nunes, pai de seis filhos: “Elba é a mais famosa, mas gosto de todos da mesma forma. Um não é melhor que o outro, não”.

Para ele, o cinema perdeu força no interior por causa da TV. “Hoje é dificil o cinema voltar para cidades como Conceição. A TV tomou conta”, diz, meio triste. “Seu” João elogia a iniciativa do Sesi, que começou o projeto Cine Sesi Cultural pela cidade que deu ao mundo sua filha ilustre. “Muito bom esse projeto. Alegra a cidade; movimenta o povo”, resume.

Deixamos “seu João Nunes partir (ele mora numa cidade vizinha, Ibiara). Daqui a algumas horas, “Lisbela e o Prisioneiro” será exibido em praça pública, gratuitamente. Para a alegria de centenas de moradores de Conceição, que sonham, quem sabe, com a volta de uma sala de exibição para essa cidade tão acolhedora.

Notícias relacionadas