OUÇA: Ricardo comenta liderança de João Azevêdo em pesquisa e diz: 'não podemos ter aventureiros' - WSCOM

menu

Política

03/10/2018


OUÇA: Ricardo comenta liderança de João Azevêdo em pesquisa e diz: ‘não podemos ter aventureiros’

Foto: autor desconhecido.

Durante a solenidade do Gira Mundo nesta quarta-feira (3), o governador Ricardo Coutinho (PSB) comentou o resultado da pesquisa divulgada pelo instituto Real Time Big Data que aponta o candidato socialista, João Azevêdo na liderança das intenções de voto.

“É natural que as pessoas estão se decidido por quem pode fazer mais e melhor, mas no mesmo caminho daquilo que foi feito por mim. Eu espero, sim, que a Paraíba consagre não interessa se for no primeiro ou no segundo turno, mas consagre João Azevêdo para que continue seguindo adiante. Não se pode fazer aventuras em algo tão complexo que envolve Governo de um Estado que deixou de ser pequeno, de pensar pequeno, e de só se mover politicamente em função de picuinhas para atingir um novo patamar e é a defesa desse patamar é o que João representa”, disse Ricardo.

Sobre o programa de intercâmbio Gira Mundo, Ricardo assinou o Memorando de Entendimento entre a Paraíba e o The Bournemouth and Poole College do Reino Unido, e também o decreto de regulamentação de 20 Escolas Cidadãs Integrais Técnicas.

“O Gira Mundo tem trazido resultados extraordinários. Agora estamos diversificando, incluindo a Inglaterra através da The Bournemouth and Poole College que vai fazer um formato diferenciado especifico para escolas técnicas. Eu lembro que não existiam escolas técnicas na Paraíba. Hoje são 47, e eu regulamento 20 dessas, próximo ano devemos ter mais escolas técnicas públicas e mais escolas cidadãs integradas”, ressaltou o governador.

O consul britânico no Recife, Graham Tidey, comemorou a parceria com o Governo da Paraíba. “Nós temos um foco muito forte em tecnologia, inglês, matemática, ciências, turismo, que são cursos técnicos que a Paraíba tem apostado também bastante porque são esses assuntos que vão criar as oportunidades para o futuro”, explicou.