Oposição minimiza vantagem de Lula em pesquisa - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

02/06/2006


Oposição minimiza vantagem de Lula

A oposição voltou a minimizar hoje o resultado de mais uma pesquisa divulgada na noite de ontem, onde o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ganharia a eleição já no primeiro turno em qualquer um dos cenários.

O senador Heráclito Fortes (PFL-PI) avisou que esta é uma situação absolutamente normal e que faz parte da dificuldade do mês de maio. “É um mês onde o governo não pára de usar a máquina pública para campanha eleitoral”, explicou ele.

O senador fez questão de lembrar ainda as eleições de 1994. Na ocasião, segundo Heráclito, o então candidato Fernando Henrique Cardoso aparecia, na época da Copa do Mundo, com apenas 8% nas pesquisas, enquanto o também candidato Lula aparecia com cerca de 40%. O jogo, no entanto, virou e o ex-presidente Fernando Henrique ganhou a eleição. Heráclito diz acreditar que acontecerá o mesmo este ano.

A oposição, no entanto, não deixa de enfatizar que o crescimento da chapa encabeçada pelo ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, só vai começar a crescer com a permissão da propaganda eleitoral. Para eles, aí sim, a “competição ficará justa”.

Outro argumento usado pela oposição é o de que Lula nunca ultrapassa a marca dos 40% e que, portanto, não tem mais potencial de crescimento. Alckmin, no entanto, ainda teria muito voto para conquistar.