Opinião: Igreja Católica sofre seu maior abalo e precisa reagir - WSCOM

menu

Paraíba

21/01/2019


Opinião: Igreja Católica sofre seu maior abalo e precisa reagir

Procurador condenou a igreja a pagar indenizações na ordem de R$ 12 milhões.

Na imagem, a Arquidiocese da Paraíba

O ESCÂNDALO DA IGREJA CATÓLICA NA PARAÍBA PRODUZ ABALO SEM IGUAL

Por Walter Santos

 

A superexposição pelo programa “Fantástico”, da Rede Globo, de ampla reportagem ancorando depoimento do procurador do Trabalho, Eduardo Varandas, sobre o caso de exploração sexual na Igreja Católica da Paraíba, abalou muito além dos muros tabajaras pelo saldo nefasto de tudo culminando com indenizações na ordem de R$ 12 milhões.


Mesmo com a inexistência de ampla defesa por parte de Dom Aldo, principal acusado e morando atualmente em Fortaleza (CE), pois, preferiu se pronunciar por e-mail, o caso implode a reputação de sua fase sacerdotal porque, além de tudo, sacramenta um caso de abalo moral e humano sem precedentes na Igreja Católica da Paraíba.


Afastado já do exercício sacerdotal, Dom Aldo deve conviver com os efeitos típicos do inferno a que se permitiu até envolvendo outros padres, a exemplo de Jaelson Alves de Andrade, Ednaldo Araújo dos Santos e Severino Melo – agora “semivivos” por tudo o que desabou depois de anos de processo na justiça.


Não há como se chegar à dimensão moral e humana exata para definir o maior ataque de toda a história à reputação da Igreja católica na sociedade abrindo espaços e desaguando na necessidade de depuração.


A nova fase da Arquidiocese da Paraíba é de se reerguer frente ao abalo.