Operação policial apreende droga e cumpre mandado de prisão em Patos e Areia de - WSCOM

menu

Policial

05/04/2011


Polícia apreende droga e cumpre mandados

No Sertão

A Polícia Militar em parceria com a Civil estão realizando desde o início da manhã desta terça-feira, 5, mais uma operação na região do Sertão paraibano com o objetivo de cumprir cinco mandados de prisão expedidos pela Justiça de Patos. A ação policial se desenvolveu em Patos e na cidade de Areia de Baraúnas.

Todos os mandados, segundo o delegado Cristiano Jacques, foram cumpridos e outra pessoa, que não tinha prisão decretada também foi detida flagrada com droga. Cerca de vinte pedras de crack apreendidas. Os presos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Patos. Os policiais militares estão sob o comando do tenente-coronel José Almeida Rosas.

Denominada de ‘Tempestade no Sertão’ a operação foi desencadeada depois de denúncias da existência de traficantes que estariam comercializando drogas entre Patos e Areia de Baraúnas. “Não vamos dar tréguas aos traficantes”, garantiu o tenente-coronel Almeida.

Na região de Patos os policiais cercaram os bairros Placas, Vila Cavalcanti (Beco da cola) e Sete Casas. Os acusados com os mandados de prisão expedidos foram surpreendidos ainda em suas residências e não tiveram tempo de fugir.

As denúncias da existência de tráfico de droga entre Patos e Areia de Baraúnas foram feitas há cerca de três meses e a partir daí foram montadas campanas através dos serviços de inteligência das polícias Militar e Civil da reigão.

Esta é a quarta operação realizada na região polarizada por Patos em parceria das polícias Civil e Militar em menos de 15 dias. Em uma delas foi ‘fechada’ a divisa da Paraíba com Pernambuco. Numa ação, dentro da cidade de Patos, foram montadas ‘barreiras’ em diversas vias para apreender veículos circulando com alguma irregularidade.

O comandante do 3º Batalhão da PM, tenente-coronel Almeida disse a reportagem do WSCOM, por telefone, que outras operações estão sendo montadas em parceria com a Polícia Civil.

Notícias relacionadas